🌙 Visitar a Capela Sistina e os Museus Vaticanos à noite


Dicas de Roma, Vaticano e arredores / Museus

Em 2018, os Museus Vaticanos, o quarto museu mais visitado do mundo em 2017, realizam novamente a sua já famosa abertura noturna, a partir de abril, todas as sextas-feiras, das 19 h às 23 h, até o mês de outubro

Capela Sistina e Museus Vaticanos à noite


Abertura noturna dos Museus Vaticanos e Capela Sistina.

Happy-hour no Cortile della Pigna. Foto: Site Musei Vaticani.

Uma oportunidade que, para além dos milhares de turistas provenientes de várias partes do mundo, é oferecida a todas as pessoas que desejam contemplar os grandes tesouros guardados nas galerias pontifícias, mas que não têm a ocasião de visitá-los durantes o horário normal de abertura porque ocupadas no trabalho e/ ou com compromissos de família.

A abertura noturna dos Museus do Papa se torna, portanto, uma ocasião imperdível para visitá-los iluminados por uma luz insólita, sem o tumulto de turistas e fora das horas mais quentes do dia.

Como de praxe, na temporada de 2018 também aconte o evento Museus à Noite (Musei di Sera, em italiano), com concertos, apresentações teatrais e artísticas.

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


Salas abertas durante a visita noturna dos Museus Vaticanos


Durante as visitas noturnas, as áreas abertas dos Museus Vaticanos são: Museu Pio Clementino, Museu Egípcio, Galerias Superiores (Candelabros, Tapeçarias e Cartas Geográficas), as Estâncias de Rafael, algumas salas do Apartamento Bórgia, a Coleção Arte Religiosa Moderna e a Capela Sistina.


Leia outras dicas do Vaticano.


 Como visitar a Capela Sistina e os Museus Vaticanos à noite em 2018

Abertura noturna dos Museus Vaticanos e Capela Sistina em 2018


 Período: 20 de abril a 26 de outubro de 2018.

 Horário: Todas as sextas-feiras, das 19 h às 23 h (última entrada às 21h30)

 Ingressos

Inteiro: 17 euros

Reduzido: 8 euros (jovens de 6 a 18 anos, estudantes até 25 anos com a carteirinha International Student Card ou comprovante de matrícula – este último deverá ser apresentado no dia da visita).

Taxa de pré-venda: 4 euros

Audioguia (opcional): 7 euros

Family Tour para crianças de 5 a 12 anos (opcional): 5 euros

Bilheteria on-line dos Museus Vaticanos.

Para grupos de familiares e amigos: tour privado na Basílica de São Pedro e Praça com guia de turismo brasileira.


* Texto baseado no release dos Museus Vaticanos.

** Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Comments

  1. Michelle Says: maio 14, 2016 at 2:07 am

    Olá Maria, ótimo o blog. Parabéns pela qualidade. Gostaria de a orientação sua, se possível. Iremosneu, marido e filhandent anos à Itália na segunda quinzena de julho. Tenho lido sobre a grande quantidade de pessoas em Roma e sobre o valor nessa época e estou um pouco preocupada. Principalmente com o bem estar da pequena. Nesse caso você aconselha a visita noturna ao Coliseu e Vaticano? Todos os espaços ficam abertos como nas visitas diurnas? Haveria uma grande perda para quem não conhece? Agradeço sua atenção. Um abraço, Michelle.

    • Olá, Michelle,

      Obrigada pelo elogio ao blogue ☺

      Visitar os Museus Vaticanos à noite é completamente diferente que visitá-los de dia, principalmente no verão.

      Além da temperatura mais fresca, não há a confusão de turistas, sem contar o fascínio da noite e dos espetáculos ao vivo que são realizados.

      Nem todas as salas à noite ficam abertas, mas só ao ver as mais importantes (como escrito no post acima), principalmente com criança, é já o bastante. Mesmo porque, depois de 3 horas dentro de um museu, já começa a ficar cansativo e não temos tanta concentração…

      Já se você e seu marido forem hiperfãs de museus, então o ideal é visitar todas as salas dos Museus Vaticanos durante o dia, mas leve em consideração o calor e o tumulto. Eu os visitei durante o dia e, sinceramente, aquela multidão na Capela Sistina é um pouco estressante. Espero conseguir fazer essa visita noturna em um futuro breve.

      Não se esqueça de comprar os ingressos com antecedência, principalmente para a visita noturna!

      Julho é média temporada em Roma, então os preços dos hotéis não são tão altos quanto na alta temporada.

      Para mais dicas de Roma, Vaticano e arredores: http://www.viagemitalia.com/dicas-roma-e-vaticano

      Espero tê-la ajudado ☺

      Saudações,

      Maria

  2. Michelle Says: maio 14, 2016 at 2:33 pm

    Oi Maria, com certeza ajudou. Vou tentar convencer o marido sobre a visita anoite. Principalmente porque a pequena não é muito fã do calorão.
    Achei que julho fosse alta temporada. As diárias dos hotéis são bem mais altas do que em outras capitais européias nesse mesmo período.
    Obrigada pelas dicas.
    Michelle

  3. Olá, Maria, ótima dica. Sempre com posts maravilhosos. Queria saber se arrisco comprar no dia ou melhor não. Já visitei, mas foi de dia e comprei na hora o ingresso. Seria uma experiência incrível visitar à noite. Obrigada.

    • Olá, Marcia,

      Para as visitas noturnas nos Museus Vaticanos não é possível comprar o ingresso na hora. Assim, a compra antecipada é obrigatória.

      Certamente deve ser incrível o passeio à noite!

      Espero que você consiga contemplar as obras-primas do museu e a Capela Sistina sob a luz das estrelas ☺

      Saudações,

      Maria

  4. […] 2016? Então que tal visitar a Galeria degli Uffizi e a Galeria da Academia à noite? Assim como os Museus Vaticanos e a Capela Sistina, que abrem suas portas em horário noturno neste verão, os dois museus florentinos também oferecem […]

Deixe seu comentário ☺

error: