Tours de 1 dia em pequenos grupos na Itália

Tours em grupo em português na Emilia-Romagna com guia brasileira profissional
emília-romanha
Tours em grupos em Florença com guia brasileira profissional
florença
Tours culturais em grupo em Milão com guia brasileira
milão
Tours em grupo em Roma e Vaticano com guia brasileira
roma e vaticano

Tours privados na Itália em português

Guia brasileira na Emília-Romanha

Trabalho como guia autorizada na Emília-Romanha e, abaixo, estão alguns exemplos de tours particulares que ofereço nas cidades de Bolonha, Ferrara, Ravenna, Rimini. Também guio na República de…

Guia brasileira em Florença

Fazer um tour particular com uma guia brasileira autorizada em Florença, Toscana, é descobrir os vários encantos que esta cidade nos proporciona. Conhecer a sua majestosa catedral de origem…

Guia brasileira em Milão

Fazer um tour particular com uma guia brasileira autorizada em Milão, capital italiana do design, da moda e rica em atrações histórico-artísticas, é a escolha que muitos turistas fazem para…

Guia brasileira em Roma e Vaticano

Guia brasileira em Roma e Vaticano. Tours privados e em pequenos grupos.
Contratar os serviços de uma guia brasileira autorizada em Roma e no Vaticano é a escolha que muitos turistas fazem para conhecer de forma proveitosa as tantas maravilhas que a Cidade Eterna e…

Viajar para a Itália é uma experiência única, mas para aproveitar ao máximo sua viagem, é essencial contar com um guia de turismo autorizado, pois essa profissão é regulamentada por lei.

Dê preferência a profissionais
  • Com pós-graduação stricto sensu (mestrado ou doutorado);
  • Titulares de P. IVA (registro fiscal de profissional autônomo junto ao órgão italiano competente);
  • Que aceitam pagamento eletrônico.
Evite
  • Guias que só aceitam pagamento em dinheiro! Essa prática pode ser um indício de sonegação de impostos, o que prejudica a qualidade do serviço e a segurança do turista. Exija o pagamento por meios oficiais para garantir seus direitos e contribuir para um turismo justo e transparente;
  • Escolher prestador de serviços baseando-se somente em número de seguidores nas redes sociais: quantidade não é sinônimo de qualidade e muito menos de legalidade.