Nada de casamento ou filhos: viajar dá mais felicidade às pessoas 😃


O mundo em que vivemos

Sim, é isso mesmo que você leu no título deste post: viajar dá mais felicidade do que casar ou ter filhos. Segundo uma pesquisa feita pelo Booking.com, site parceiro do blogue e líder mundial em reservas de hospedagem em todo o mundo, viajar nos dá uma carga emocional tal que nos faz preferir as férias aos momentos mais importantes da nossa vida pessoal, como o casamento (49%), sair com o(a) parceiro(a) (51%) ou até mesmo ter um filho (29%).

Além disso, 77% dos entrevistados dizem que, quando estão tristes, reservam alguns dias de folga e sentem-se mais felizes.

Assim, além de uma viagem nos proporcionar mais neurônios, ela também nos dá mais felicidade do que casar ou ter filhos.

Vaijar dá mais felicidade às pessoas

Viajar dá mais felicidade do que casar ou ter filhos. Você concorda?


  • 49% das pessoas dizem que as férias as tornam muito mais felizes do que o próprio dia do casamento, enquanto os outros 51% preferem viajar a sair com o(a) próprio(a) parceiro(a);
  • Três quartos das pessoas (77%) reservam as férias para levantar a moral quando precisam de uma boa dose de felicidade;
  • Para 7 pessoas em 10 (70%), os momentos melhores das férias são quando elas sentem-se em casa na hospedagem reservada;
  • Mais de dois terços das pessoas sentem-se felizes em um hotel, albergo ou em uma vila (67%), enquanto para o terço restante o topo da felicidade é dormir em um apartamento ou em uma casa junto com as pessoas nativas (33%).

A prescindir do tipo de férias, a verdade é que viajar nos traz felicidade. Isso vale seja para uma hospedagem em uma vila 5 estrelas superluxo na praia, seja para férias em um Bed & Breakfast acolhedor no campo.

Vaijar dá mais felicidade do que ter filhos

Vulcão Etna, Sicília. Leia mais aqui.

Uma viagem é mais importante do que bens materiais

A pesquisa envolveu 17.000 pessoas em 17 países e revelou como para a maior parte das pessoas uma experiência de viagem (férias com mochila, B&B boutique, vila com a família ou viagens mais exóticas) cria mais felicidade do que os bens materiais (70%).

Eis porque a maioria de nós (56%) prefere férias a comprar vestidos, joias e outros acessórios, e quase a metade (48%) dá prioridade a uma viagem que a uma reforma da própria casa.

A carga emocional que nos proporciona uma viagem está presente a cada momento: do planejamento à reserva, do momento da viagem à hospedagem em si.

Aliás, é próprio a fase organizativa que nos fornece a carga de felicidade mais imediata, e bem três quartos dos entrevistados (72%) dizem sentir um verdadeiro e próprio pico de euforia só em pesquisar um destino para visitar.

Uma viagem bem organizada é o segredo da felicidade

Mais da metade (56%) sente-se no topo da felicidade quando programa as suas férias e dá importância ao receber a confirmação imediata da reserva para ter certeza de ter garantido a hospedagem perfeita.

Shawn Achor, estudioso formado em Harvard, é um dos maiores especialistas de felicidade do mundo, um dos autores de maior sucesso segundo o New York Times e um orador conhecido pela sua posição a favor da psicologia positiva. Achor explica que:

Em um mundo onde o tempo é sempre mais dinheiro, quem viaja quer um retorno de investimento mais precioso, que vá além do puro tempo ou dinheiro. Por que deveríamos ter dias de férias e gastar dinheiro para ficarmos ainda mais estressados e menos felizes?

Os dados dessa pesquisa de Booking.com evidenciam uma significativa correlação entre aproveitar a experiência da reserva e sentir-se feliz durante a própria viagem. Um dos melhores indicadores para prever o sucesso das férias é, portanto, a qualidade da experiência de reservar.

Uma viagem bem organizada, e que permita receber facilmente a confirmação de uma reserva instantânea, pode fazer aumentar drasticamente o nosso nível de felicidade, independentemente do tipo de viagem e de hospedagem.

Isso é o quanto digo também na minha pesquisa publicada no Harvard Business Review: diferentemente das férias médias, uma viagem bem organizada e com baixo conteúdo de estresse tem 94% de probabilidade de nos fazer voltar ao trabalho com mais energia, entusiasmo e felicidade.

Viajar é o segredo da felicidade

A escolha da hospedagem

Reservar uma viagem cria um hábito, tanto é que mais de um terço (35%) dos entrevistados diz começar a procurar uma meta para visitar já com vários meses de antecedência, e os 5% começam bem um ano antes da partida.

Para não falar depois da antecipação do que nos aguarda durante a viagem. Entre a reserva e a partida, um quarto dos entrevistados diz provar uma carga de felicidade uma ou mais vezes por dia quando pensa nas férias (39%).

Durante a espera, 8 pessoas em 10 (80%) dizem se sentir felizes olhando um mapa do destino ou procurando o que visitar, enquanto mais da metade sente-se contente ao pensar em fazer shopping para renovar o guarda-roupa por causa das férias (52%).

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália

Cerca de 8 pessoas em 10 (79%) dizem que olhar fotos do destino e de hospedagem espetaculares (apartamentos, vilas, hotéis ou B&B) faz com que elas se sintam mais felizes enquanto esperam sair de férias, e 6 pessoas em 10 (61%) gostam de ler as recensões da hospedagem que reservaram mesmo com a reserva já feita.

Apesar disso, não existe expectativa que possa substituir a felicidade de estar realmente de férias, e para mais de 6 pessoas em 10 (62%), o auge da felicidade é colocar a mensagem “fora do escritório” no próprio e-mail antes de viajar.

Benefícios de viajar

Imaginar a viagem

Quase 9 pessoas em 10 (87%) dizem que os momentos mais felizes das férias são o primeiro dia e ver a própria hospedagem pela primeira vez (83%).

70% acham que o melhor das férias é sentir-se realmente como se estivessem em casa: mais de dois terços sentem-se felizes hospedados num hotel, albergo ou vila  (67%), enquanto o resto dos entrevistados sente-se no topo ao preferir um apartamento ou uma casa dividida com uma pessoa do lugar visitado (33%).

Viajar dá mais felicidade às pessoas.

Burgo de Otranto, região Puglia. Leia mais aqui.

Nota

Pesquisa feita para o Booking.com e realizada com uma amostra representativa de 1000 pessoas em 17 mercados. Os participantes deviam ser maiores de idade e terem feito pelo menos uma viagem em território nacional ou ao exterior no ano precedente.

O total dos entrevistados é de 17.157 na Inglaterra, Alemanha, França, Holanda, Itália, Espanha, Croácia, Rússia, Estados Unidos, Canadá, Brasil, China, Japão, Índia, Tailândia, Austrália e Nova Zelândia.

Os dados foram coletados entre 9 de setembro e 4 de outubro de 2016.


APROVEITE E COMECE A PROGRAMAR A SUA VIAGEM RESERVANDO A SUA HOSPEDAGEM COM BOOKING




Booking.com



*Fonte: News Booking.

**Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais no F.A.Q do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Comments

  1. Não quero ter filhos e nada me faz mais feliz do que planejar uma viagem e logicamente, ve acontecer depois!

Deixe seu comentário ☺

error: