Suspenderam os jardins da Villa Imperiale de Pesaro. E afrescaram suas salas também!!


Turismo na Itália

Memorize este nome: Villa Imperiale de Pesaro. É uma das obras mais bonitas do Renascimento italiano e, em 2017, seus jardins foram selecionados como uns dos dez  mais bonitos da Itália.

A poucos quilômetros do centro de Pesaro, na região Marche (centro da Itália), esta vila está situada no Parco Naturale del Monte San Bartolo.

Visitei a Villa Imperiale em setembro de 2013 e fiquei impressionada não somente com a sua história, mas também com a sua arquitetura, afrescos e jardins.

Após ter visitado Villa Farnesina, em Roma, outro diamante do Renascimento italiano, esta vila pesarese também conquistou meu coração nesse quesito artístico.

Mas não é só isso: seu sistema de jardins suspensos divididos em terraços é um grande exemplo de harmonia entre arquitetura e natureza.

Guia brasileira na Itália. Maria Arruda

Suspenderam os jardins da Villa Imperiale de Pesaro. E afrescaram suas salas também!


Villa Imperiale de Pesaro

Afresco do teto da Sala dos Semibustos, de Girolamo Genga. Foto: Commons Wikimedia.

Importante!

Só é permitido fotografar no ambiente externo. Nas salas da vila é proibido fotografar até mesmo sem flash!

Sua construção foi iniciada no século XV sob encomenda de Alessando Sforza. É chamada de Imperial (Imperiale) porque o Imperador Frederico III, durante sua passagem por Pesaro, foi o primeiro a colocar a primeira pedra no terreno da vila para simbolizar o início da construção do edifício sforzesco (da família Sforza).

Villa Imperiale de Pesaro

O edifício sforzesco do século XV. Foto: Arquivo pessoal.

Villa Imperiale de Pesaro

Pátio do edifício sforzesco com o poço decorado com três escudos da família Sforza. Foto: Arquivo pessoal.

Proprietários da vila: Condes Albani

Desde o século XVIII, Villa Imperiale é propriedade privada dos Condes Albani e só é possível visitá-la no verão, de maio a setembro (leia mais no final desta postagem).

A parte mais surpreendente da vila é a que foi projetada pelo arquiteto Girolamo Gengano século XVI, sob encomenda dos duques de Urbino, Francesco Maria Della Rovere e Eleonora Gonzaga.

Assim, Villa Imperiale é composta por dois edifícios construídos em dois séculos diferentes e por duas famílias: no século XV, pela família Sforza, e no século XVI, pela família Della Rovere.

Villa Imperiale de Pesaro

Os arcos do pátio que dão para um jardim do edifício do século XVI. Foto: Arquivo pessoal.

Villa Imperiale em Pesaro

O jardim no andar térreo do edifício do século XVI. Foto: Arquivo pessoal.

O arquiteto Girolamo Genga também projetou lindos jardins suspensos de onde se pode admirar todo o complexo arquitetônico da vila e a paisagem da colina que a circunda.

Villa Imperiale de Pesaro

Jardins suspensos. Foto: Arquivo pessoal.

Villa Imperiale em Pesaro

Dos jardins suspensos você pode admirar o pátio interno. Foto: Arquivo pessoal.

Ao visitar a Villa Imperiale, aproveite para conhecer também Villa Caprile

Morando perto de Pesaro (região Marche) desde 2003, só em 2014 é que descobri Villa Caprile, atual sede de um instituto escolar no Parque San Bartolo, área verde da província de Pesaro-Urbino. Não perdi tempo e fui visitá-la para minha curiosidade pessoal ☺

Jardim italiano: Villa Caprile, Pesaro

Exterior da Villa Caprile e o teto afrescado de um de seus salões. Se você optar pela visita guiada dentro do prédio, a qual eu fiz, poderá admirar a beleza de seus afrescos.

Construída no século XVII, Villa Caprile foi residência do Marquês Giovanni Mosca e é famosa pelos seus jardins, grutas, terraços e fontanas com jogos d’água totalmente manuais. Hoje é sede do Instituto Técnico Agrário “A. Cecchi”.

Villa Caprile foi residência de verão do Marquês Giovanni Mosca, onde o nobre realizava recepções embaladas pelos jogos d’água, grutas e músicas de seus jardins. Muitas pessoas famosas passaram por ali, como Casanova, Rossini, Leopardi, Stendhal e Napoleão Bonaparte.

A visita guiada começa dentro do prédio de Villa Caprile, com informações sobre a história da família Mosca e sobre os afrescos que decoram suas várias salas.

Uma vez terminada a visita no prédio, passa-se pelos jardins dos fundos para se chegar ao Oratório de São Francisco, o qual fica em uma posição mais elevada em relação aos jardins.

Interessante saber que no passado as mulheres tinham que assistir à missa separadas dos homens, por detrás de duas janelas no segundo andar do oratório.

Jardim italiano: Villa Caprile, Pesaro


À esquerda: Foto que tirei de dentro de uma das grutas no jardim. À direita: Porta que dá acesso às cisternas que abastecem Villa Caprile (fechadas ao público).

Depois de visitar o Oratório de São Francisco, fomos com a guia aos jardins principais, os quais são divididos em três níveis: o primeiro tem os jogos d’água; o segundo, o pomar; e o terceiro, as essências aromáticas.

Os jogos d’água no primeiro jardim, o Jardim à Italiana, têm seu mecanismo manual original, o mesmo do século XVII.

Para fazer a alegria dos turistas, são as próprias estudantes da escola a acionar os jogos d’água, cada um de uma vez. Um sistema artesanal, mas também divertido!

Jardim italiano: Villa Caprile, Pesaro

Villa Caprile.

 Como visitar Villa Imperiale e Villa Caprile, Pesaro


Como citei acima, a Villa Imperiale é uma propriedade privada e a visitação só é possível no verão, de maio a setembro, e com reserva antecipada.

Calendário de 2017: 30 de maio a 26 de setembro.

 Horário: das 16h às 18h, somente às quartas-feiras.

 Ingresso: 13 euros.

Visitas guiadas em italiano e inglês.

A visita dura duas horas. Parte-se da Praça da Liberdade (Piazza della Libertà), em Pesaro, com um ônibus próprio da associação que organiza a visita, o qual leva os turistas até a Villa Imperiale e depois, no retorno, deixa-os na mesma praça de onde partiram. A viagem dura apenas dez minutos.

Site da associação que organiza as visitas à Villa Imperiale de Pesaro.

Villa Caprile

Villa Caprile só é aberta à visitação durante o verão.

Ingresso

Visita guiada aos jardins com seus jogos d’água – 4 euros (adulto) e 3 euros (até 12 anos).

Visita guiada ao prédio da Villa, Oratório de São Francisco, Galleria degli Stucchi e jardins com jogos d’água (foi a visita que fiz) – 6 euros (adulto) e 4 euros (até 12 anos).


 Para chegar a Pesaro, o meio de transporte ideal é o carro. Aproveite e alugue um com Rentalcars pelos melhores preços aqui.

Fica a dica: Nas redondezas, visite Urbino, a Galeria Nacional de Marche e o burgo e castelo de Gradara.


Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


*Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Comments

  1. […] Villa Imperiale em Pesaro […]

  2. […] Fica a dica: Nas redondezas, visite Urbino, Galeria Nacional de Marche e o burgo e castelo de Gradara. Aproveite também para conhecer Villa Imperiale. […]

  3. […] Em Pesaro, não deixe de visitar a estupenda Villa Imperial. […]

  4. […] visite também o burgo e castelo de Gradara. Se for no verão, aproveite também para conhecer Villa Imperiale e Villa […]

  5. […] Leia sobre Villa Imperiale de Pesaro. […]

  6. […] 1617, na cidade de Pesaro, Alessandro Gambalunga mandou preparar o seu testamento, no qual estabelecia que a sua biblioteca, […]

Deixe seu comentário ☺

error: