Palácio Ducal em Veneza e seu itinerário secreto


Dicas de Veneza

A maioria dos turistas que visita o Palácio Ducal em Veneza não sabe que nesse edifício existe um itinerário secreto: uma visita guiada por pequenas e úmidas celas, escritórios de importantes funcionários da máquina burocrática veneziana, a Sala dos Inquisidores, etc., espaços de controle e poder na época da Sereníssima República de Veneza e que hoje são acessíveis ao turista mediante a reserva do passeio.

Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges em Veneza)

No pátio do Palácio Ducal para começar a visita guiada. Foto: Arquivo pessoal.

Descobri o itinerário secreto do Palácio Ducal por meio de uma minha cara amiga brasileira que mora em Veneza. Eu já conhecia o palácio e, morrendo de curiosidade para fazer essa visita guiada, satisfiz a minha vontade há alguns anos.

Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges)

Uma verdadeira aula de história

Certamente o passeio é uma pura aula de história com uma guia que nos explica sobre acontecimentos sociais, políticos e religiosos na época em que Veneza era ao seu máximo esplendor.

O ponto de partida para a visita começa no pátio do Palácio Ducal, onde a guia nos dá algumas informações sobre o percurso, dentre elas, e a mais triste para mim: é proibido tirar fotos, mesmo sem flash, das salas do itinerário secreto 🙁

Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges em Veneza)

Fachada de uma parte do complexo do Palácio Ducal. Foto: Arquivo pessoal.

Celas infernais

Ver pequenas celas que pareciam mais a “porta do inferno”, pelo seu tamanho reduzido, escuridão e umidade, nos dá a dimensão de como a vida era realmente duríssima para um preso que ali fica recluso.

CURIOSIDADE: Embaixo do teto do Palácio Ducal havia algumas celas, conhecidas como Chumbos, onde ficou preso o famoso Giacomo Casanova, protagonista de uma fuga digna de filme de cinema em 1756.

Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges em Veneza)

Subindo a Escada de Ouro. Até aqui dá para tirar foto. Foto: Arquivo pessoal.

Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges em Veneza)

Tortura e Inquisição

Mas não há só celas durante a visita: existem também os escritórios dos “poderosos” da antiga burocracia veneziana, a Sala da Tortura, Sala dos Inquisidores, Sala do Conselhos dos Dez, Sala do Três Chefes, etc.


Leia minhas dicas de Veneza.


Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges em Veneza)

Sala dos Tormentos. Foto: Site do Palácio Ducal.


A visita dura cerca de uma hora e quinze minutos.


Palácio Ducal em Veneza (Palácio dos Doges em Veneza)

Uma das celas de chumbo onde ficou preso Giacomo Casanova. Foto: Site do Palácio Ducal.

No final do passeio, com o mesmo ingresso você pode continuar a visita pelo Palácio Ducal.

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


 Informações sobre o Palácio Ducal de Veneza


Só é possível fazer o Itinerário Secreto mediante reserva e com guia qualificado. A visita é realizada com um mínimo de 2 e máximo de 25 pessoas.

 Horário

O passeio é feito somente de manhã, todos os dias, nos seguintes horários:

– Visita em italiano: às 9h30 e 11h10;
– Visita em inglês: às 9h55h, 10h45  e 11h35;
– Visita em francês: às 10h20 e 12:00 h.

Depois das 13h é possível reservar em várias horários com um acréscimo de 31 euros por grupo e a compra de 15 ingressos, mínimo (suspenso de 1º de julho a 31 de agosto).

 Entrada

– 20 euros (inteiro).

– 14 euros para crianças de 6 a 14 anos, maiores de 65 anos, estudantes de 15 a 25 anos, quem possui ingresso para os Museus da Praça São Marcos, Torre do Relógio ou Museum Pass Musei Civici Veneziani.

Se preferir, você também pode comprar seu ingresso em português com o nosso parceiro TicketBar aqui.

Para casais, grupos de familiares e amigos: tours privados em português em Veneza.

Lojinha de Veneza


*Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer.

Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Comments

  1. Olá. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.

    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  2. Obrigada, Natalie – Boia.

    Boa segunda-feira 🙂

  3. […] e fúteis. Ninguém vai lembrar de você pelo que você escreveu numa das paredes das celas do Palácio Ducal em Veneza, por […]

  4. […] em um edifício restaurado do século XVI, e oferece quartos climatizados com TV via satélite. O Palácio Ducal e Praça de São Marcos ficam a 2 minutos a pé do […]

  5. […] Todos em busca de um melhor ângulo para suas fotos, de preferência  sorrindo na Ponte de Rialto, Palácio Ducal ou em cima de uma gôndola. Mas Veneza, assim como qualquer outra cidade turística, não se resume […]

  6. […] Teatro La Fenice, Ponte di Rialto, Palácio Grimani, Casino Venier, Igreja de Santa Maria Formosa, Palácio Ducal, […]

  7. […] vernissage da mostra sobre a importância histórico-cultural dos hebreus em Veneza, cuja sede é o Palácio Ducal veneziano. Como apreciadora da história e da cultura hebraica, não podia deixar de escrever sobre essa […]

  8. […] panorâmica da cidade com seus inúmeros telhados, torres de igrejas, a Basílica de São Marcos, o Palácio Ducal, os museus da Praça São Marcos, uma parte do Teatro La Fenice, a laguna, […]

  9. […] visitei o Itinerário Secreto do Palácio Ducal, comprei o ingresso no dia anterior à minha visita, já que só é possível fazer o Itinerário […]

Deixe seu comentário ☺

error: