Museus Vaticanos e Capela Sistina: dicas úteis 📝


Dicas de Roma, Vaticano e arredores / Museus

Se você planeja visitar os Museus Vaticanos e a sua espetacular Capela Sistina, tenha em consideração algumas dicas úteis referentes às normas de visitação de um dos museus mais visitados do mundo.

Museus Vaticanos e Capela Sistina: normas de visitação


Museus Vaticanos e Capela Sistina. Dicas úteis

Foto: Wikimédia Commons.

Alimentos e bebidas

É extremamente proibido entrar nos museus com bebidas alcoólicas. Essas deverão ser deixadas, obrigatoriamente, no guarda-roupa e retiradas no mesmo dia.

É permitido deixar no guarda-roupa alimentos e bebidas de qualquer tipo, desde que sejam retirados antes do horário de fechamento dos Museus Vaticanos. Os alimentos e as bebidas não retirados no fechamento dos museus serão destruídos.

Bolsas, mochilas e guarda-chuvas

É obrigatório deixar no guarda-roupa mochilas, com exceção daquelas com pequenas dimensões que, carregadas nas costas, não ultrapassem 15 cm de profundidade a partir do dorso.

É obrigatório deixar no guarda-roupa todos os guarda-chuvas com ponteira ou, de qualquer modo, de proporções médias e grandes, bengalas (quando não usadas por deficientes para facilitar o passeio), cavaletes para máquinas fotográficas e filmagens, cartazes e sinais de qualquer gênero (com exceção dos normais instrumentos de reconhecimento usados pelos guias de turismo).

É obrigatório deixar no guarda-roupa facas, tesouras e/ ou instrumentos metálicos de vários tipos que, dentro dos Museus Vaticanos e Capela Sistina, possam constituir perigo para as pessoas e/ ou as obras expostas (armas impróprias).

Museus Vaticanos: dicas de visitação. Capela Sistina

Capela Sistina. Foto: Wikipédia.

Não é permitido deixar no guarda-roupa, e, portanto, proibidos de entrar nos museus, os possessores de armas de fogo (todas) e/ ou materiais perigosos em geral.

A entrada nos Museus Vaticanos de visitante armado é proibida, mesmo se regularmente autorizado a ter porte e detenção de arma, incluídos os casos em que essa faça parte integrante do uniforme (policiais e outros).

Proteção das obras e do ambiente

É severamente proibido tocar as obras de arte. Obras e ambientes dos Museus Vaticanos e da Capela Sistina são protegidos por um sistema de televisão interna e de alarmes eletrônicos.

Microfones

É proibido o uso de microfones amplificados. É obrigatório o uso de sistemas auriculares de rádio para todos os grupos em visita guiada constituídos a partir de 11 ou mais pessoas.

Vestuário adequado

A entrada nos Museus Vaticanos, Capela Sistina, Jardins Vaticanos e Basílica de São Pedro somente será permitida às pessoas vestidas decorosamente (proibidas camisas sem mangas, shorts, minissaias, chapéus).

Visita guiada na Capela Sistina

Para consentir o devido respeito a um lugar sagrado, dentro da Capela Sistina não são permitidas explicações, mesmo que os visitantes estejam usando sistemas de rádio Group Tour.

A explicação poderá ser feita antes da entrada na capela, por meio dos painéis ilustrativos à disposição no percurso dos museus.

Museus Vaticanos e Capela Sistina: Dicas úteis

Museus Vaticanos. Foto: Wikipédia.

Fotografias

Objetos expostos e ambientes podem ser fotografados com máquinas portáteis. Para tripés ou aparelhos profissionais é necessário solicitar a permissão à Direção dos Museus Vaticanos.

É proibido o uso de bastão para fazer autorretratos (bastão de selfie, n.d.r.).

O uso de flash é sempre proibido dentro dos Museus Vaticanos.

Na Capela Sistina é proibido fotografar, filmar, registrar com vídeo. O pessoal de custódia é autorizado a retirar eventual material fotográfico realizado dentro da Capela Sistina.

Canetas e lápis

Para desenhar ou reproduzir obras somente com lápis é necessário solicitar uma permissão à Direção dos Museus Vaticanos.

É proibido o uso de apontadores laser.

Celulares

O uso de celulares é permitido, exceto na Capela Sistina, porém não é aconselhável para uma melhor fruição por parte de todos os visitantes.

Carrinhos de bebê

Os carrinhos de bebê são permitidos nos Museus Vaticanos.

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália

Capela Sistina, Vaticano: nova iluminação para os seus magníficos afrescos

Vinte anos se passaram depois da inauguração da Capela Sistina, por parte de Papa João Paulo II, com o grande restauro dessa obra de arte coordenado por Fabrizio Mancinelli e realizado por Gianluigi Calalucci.

Era o ano de 1994, e no mês de outubro de 2014, a capela magna da Igreja Católica ganhou um “novo respiro e uma nova luz”, isto é, novos sistemas de climatização e de iluminação para conservar e iluminar seus magníficos afrescos.

Museus Vaticanos. Dicas úteis. Capela Sistina

Museus Vaticanos. Detalhe do teto da Capela Sistina. Foto: Wikipedia.

Nos dias 30 e 31 de outubro de 2014, a Conferência Internacional “Cappella Sistina – Venti anni dopo. Nuovo Respiro e Nuova Luce“, realizada nos Museus Vaticanos, apresentou os novos sistemas de climatização e de iluminação da capela.

Como citei no parágrafo acima, vinte anos se passaram desde o grande restauro da Sistina em 1994 e, além dessa recorrência, o ano de 2014 também foi lembrado pelo 450º aniversário da morte de Michelangelo, duas datas importantes que os Museus Vaticanos fizeram questão de homenagear ao implementar um novo mecanismo para troca de ar no interior da capela e as 7000 lâmpadas LED que exaltarão as cores de seus afrescos.

A Capela Sistina recebe todos os anos cerca de seis milhões de visitantes, o que significa uma grande pressão antrópica para os seus afrescos.

Assim, com o novo sistema de climatização, a troca de ar, o controle da temperatura, da umidade e a diminuição das partículas de sujeira passam a ter níveis aceitáveis e diminuem o risco de danificar 2500 metros quadrados de pura magnificência do Renascimento italiano.


Gosta de manuscritos? Então leia sobre os manuscritos digitalizados da Biblioteca Vaticana.

Aproveite para visitar também o Palácio Papal de Castel Gandolfo e os Jardins Secretos do Vaticano


Além do novo ambiente dado pelo sistema de climatização, a Capela Sistina no Vaticano também passou a ter uma iluminação mais leve, econômica e que respeita a arte iconográfica de seus afrescos.

Os 7000 LED são totalmente adequados aos pigmentos das obras-primas e sua posição ilumina de forma homogênea as paredes e a volta da Sistina.

As lâmpadas estão escondidas para criar um efeito de luz natural, como se esta entrasse diretamente pelas janelas. Um verdadeiro presente visual para todos aqueles que desejam admirar esta beleza artística italiana.


Assista a este documentário sobre a nova iluminação da Capela Sistina


MUSEUS VATICANOS E CAPELA SISTINA: HORÁRIOS DE 2018

Calendário de abertura em 2018 dos Museus Vaticanos e Capela Sistina


Ingressos para os Museus Vaticanos e a Capela Sistina

Os ingressos podem ser comprados on-line no site oficial dos Museus Vaticanos.

Você também pode comprá-los on-line para evitar filas AQUI.

Guia de turismo em português na ItáliaDescubra as maravilhas dos Museus Vaticanos e da Capela Sistina com uma guia de turismo brasileira.

Lojinha de Roma, Vaticano e arredores


* Texto baseado nas informações fornecidas pelo site oficial dos Museus Vaticanos.

** Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais no F.A.Q do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer.

Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.
Assine a nossa newsletter mensal.

Comentários

  1. Mirella Matthiesen Says: julho 30, 2015 at 6:41 pm

    Esse post caiu do céu … estava marcando de ir lá em um dos dias que a entrada é gratuita, mas sinceramente prefiro pegar um dia pago para evitar multidão 🙂
    bjoooo

    • VIAGEM NA ITÁLIA VIAGEM NA ITÁLIA Says: julho 31, 2015 at 9:29 am

      Acho também melhor pagar para evitar multidão…

      Tenho certeza de que você irá se apaixonar por este museu.

      Beijos e boa viagem à Itália!

  2. […] elegante e cenas mitológicas de animais fantásticos inspiraram as decorações renascentistas nos Museus Vaticanos, Castelo Sant’Angelo e Palácio […]

  3. […] Museus Vaticanos, na Cidade do Vaticano, sobem uma posição e passam a ser o quarto museu mais visitado do mundo. E […]

  4. […] Leia as regras de visitação dos Museus Vaticanos e Capela Sistina. […]

  5. […] que contarão as basílicas e as obras que nelas estão expostas: Antonio Paolucci, diretor dos Museus Vaticanos, guia-nos dentro de São Pedro; Paolo Portoghesi, arquiteto de fama internacional, propõe um […]

  6. […] como a Capela Sistina está para Roma, a Escola Grande de São Roque está para […]

  7. […] – Museus Vaticanos e Capela Sistina (aproveite para ler estas dicas úteis dos Museus Vaticanos e Capela Sistina); […]

  8. […] abertura noturna dos Museus do Papa se torna, portanto, uma ocasião imperdível para visitar esses museus iluminados por uma luz […]

  9. […] Confira o calendário da abertura noturna dos Museus Vaticanos e Capela Sistina em 2017. […]

  10. […] Certamente eu não perdi a ocasião e fui assistir a este filme-documentário para apreciar a arte dos Museus Vaticanos e Capela Sistina. […]

  11. […] Leia as regras de visitação dos Museus Vaticanos e Capela Sistina. […]

Deixe seu comentário ☺

error: