🌟 Ilha de Montecristo, Toscana, tem o céu mais estrelado da Itália


Dicas na Toscana

A Itália tem um céu estrelado que, noite após noite, vai perdendo o seu brilho. O último rastro de estrelas que ainda permanece quase intacto é o que cobre a linda Ilha de Montecristo, na Toscana: aqui, o céu é poluído parcialmente pelas luzes artificiais da vizinha costa toscana e permite ainda admirar a Via Láctea e algumas milhares de estrelas.

Infelizmente, o mesmo não acontece em outras partes da Itália. A Planície Padana é a parte do país mais poluída luminosamente, juntamente com os territórios de Roma, Nápoles, Turim e uma boa parte da Costa Adriática (com exceção do Gargano, na região Puglia).

Esses são os dados divulgados em 2016 pela versão italiana do Atlante Mundial da Poluição Luminosa.

Ilha de Montecristo, Toscana: o céu mais estrelado da Itália


O estudo foi realizado por um grupo internacional de pesquisadores, sendo coordenado na Itália pela ONG – Instituto de Ciências e Tecnologia da Poluição Luminosa (Istituto di Scienza e Tecnologia dell’Inquinamento Luminoso – Istil).

Os resultados dessa pesquisa provocaram tanto interesse a nível mundial que chegou a ficar na TOP 10 das publicações científicas de 2016 mais destacadas pela mídia, segundo a classificação de Altmetric.

77% dos italianos não veem mais a Via Láctea

A poluição luminosa já representa um problema global, e é próprio a Itália a ser o país do G20 mais poluído luminosamente: 77% dos italianos não conseguem mais ver a Via Láctea, enquanto um quarto da população não ativa mais os olhos na modalidade visão noturna para observar o céu, como explica o físico Fabio Falchi, do Istil. Ainda segundo este estudioso:

Na Itália, não temos mais céus incontaminados. […] O território menos atingido pela poluição luminosa é o da Ilha de Montecristo, seguido pela Sardenha oriental, perto do Golfo dos Orosei, e de algumas áreas do Alto Ádige perto da fronteira com a Áustria, como a Vale Autrina e a Val Senales.

Há também céus bastante escuros na Maremma e a oeste da província de Cuneo, região Piemonte, enquanto alguns são apenas mais que discretos na Basilicata, Calábria e Sicília, na área dos Nébrodes.

Ainda se salvam algumas áreas dos Apeninos tosco-emiliano, no quadrilátero entre Parma, Piacenza, Gênova e La Spezia.

Visitar a Ilha de Montecristo, Toscana, é um privilégio de poucos

Quer ver o céu mais estrelado da Itália na Ilha de Montecristo, Toscana? Pois saiba que são poucos os privilegiados que têm acesso à ilha, a qual pertence ao Parque Nacional Arquipélago Toscano e é uma Reserva Natural Biogenética.

O Conselho da Europa, ao atribuir à reserva natural da Ilha de Montecristo o Diploma Europeu para a conservação do meio ambiente, determinou que não se pode superar o limite anual de 1000 visitantes por ano.

Sim, isso mesmo que você leu: durante todo o ano, apenas 1000 sortudos podem ver as belezas da Ilha de Montecristo.

Assim, as visitas diárias são autorizadas pelo órgão administrador da reserva natural, sendo realizadas em grupos guiados por membros do Corpo Florestal Italiano através de um dos percursos didáticos .

Ilha de Montecristo, Toscana, Itália

Ilha de Montecristo, Toscana. Foto: Touring Club Italiano

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália

Como chegar à Ilha de Montecristo, Toscana

A ilha não tem ligações com catamarãs de linha e, por isso, as pessoas autorizadas a visitar a ilha devem providenciar por conta própria uma embarcação idônea que cubra as cerca de 40 milhas de distância da terra firme.

As pessoas autorizadas que não estejam em grupos de 40 participantes, mínimo, podem ter dificuldades para organizar a viagem até a Ilha de Montecristo.

Importante! Não é permitido dormir na ilha, assim como nas águas próximas à reserva. Para isso, caso seja usado um barco a vela, é necessário prestar atenção no tempo empregado durante a navegação.

Solicitar autorização para visitar a Ilha de Montecristo

O número de solicitações é sempre superior às vagas oferecidas e, por isso, o tempo de espera é bastante demorado.

Para reservar uma visita à Ilha de Montecristo, na Toscana, ou para obter mais detalhes, entre em contato com o Corpo Forestale dello Stato  – Ufficio territoriale per la biodiversità di Follonica (GR) – pelo telefone 0566 40019 ou via e-mail: utb.follonica@corpoforestale.it.

Tours privados indicados para grupos de familiares e amigos:

Em Florença, com guia brasileira.

Em Siena, com guia italiana que fala portugês. Entre em contato aqui.

Serviços turísticos na Toscana


*Fontes: Site Ansa e Corpo Forestale dello Stato.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer.

Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.
Assine a nossa newsletter mensal.

Deixe seu comentário ☺

error: