Gubbio, cidade medieval na Úmbria, centro da Itália


Turismo na Itália

Gubbio, uma pequena cidade na província de Perugia, região Úmbria (Umbria, em italiano), centro da Itália, teve uma grande importância na Idade Média devido à sua posição estratégica entre Ravena (Ravenna, em italiano) e Roma, uma área que era motivo de confronto entre longobardos e bizantinos.

Essa situação geográfica de Gubbio em relação ao percurso principal de Via Flaminia conseguiu protegê-lo parcialmente da onda de saques comandados por Alboino, rei dos longobardos.

A sua sólida organização eclesiástica também contribuiu para que a cidade tivesse seu lugar de destaque na Idade Média.

Gubbio, cidade medieval na Úmbria, centro da Itália

Gubbio foi uma área importante para os úmbrios no passado, como demonstram algumas Tábuas Eugubinas do III-I século a.C, preciosas relíquias epigráficas da Itália pré-romana.

Apesar de não fazer parte da típica rota turística de muitos estrangeiros que visitam a Úmbria, Gubbio merece, assim como as outras cidades úmbrias, uma visita, nem que seja por poucas horas, para que o turista possa apreciar um pouco os seus monumentos históricos.

Gubbio, cidade medieval na Úmbria, Itália

Em frente ao Palácio dos Cônsules, construído em 1322. Nesta foto não dá para ver a sua torre com o sino, o qual, para os moradores da cidade, tem o seu momento de glamour no dia 15 de maio de todos os anos, quando realizam a Festa das Ceras: o sino toca sessenta e uma vezes, a partir de meio-dia, em sincronia com o levantamento das ceras.

Gubbio, cidade medieval na Úmbria, Itália

O auge de Gubbio

Visão da parte alta de Gubbio. Na primeira metade do século XIV, essa cidade alcançou o auge da prosperidade: aumentou o número de habitantes, desenvolveram-se algumas artes, principalmente a da lã, foram construídas novas muralhas em torno da cidade e os seus elegantes palácios de poder.

Não tive a oportunidade de experimentar, mas em Gubbio existe um teleférico que liga a cidade ao Monte Ingino (908 m sobre o nível do mar) e depois sobe até a Basílica de Santo Ubaldo.

Gubbio, cidade medieval na Úmbria, Itália

Praça Grande, uma praça suspensa entre o Palácio dos Cônsules e o Palácio do Corregedor.

Principais festas da cidade

As principais festas de Gubbio são: Procissão do Cristo Morto (Sexta-feira Santa), Festa das Ceras (15 de maio), Palio della Balestra (último domingo de maio), Mostra Mercado de Trufa Branca e Produtos Agroalimentares (fim de outubro – início de novembro) e a maior árvore de natal do mundo (7 de dezembro a 10 de janeiro).

Gubbio, cidade medieval na Úmbria, Itália

Jardins suspensos de onde se pode admirar o Palácio dos Cônsules e os telhados de Gubbio.

São Francisco em Gubbio

Existe uma lenda na qual se narra que São Francisco de Assis, durante a sua permanência em Gubbio, no início do século XIII, teria amansado um lobo muito feroz que aterrorizava a cidade naquela época. Uns dizem que teria sido uma loba em vez de um lobo… mas isso é uma outra história.

Gubbio, cidade medieval na Úmbria, Itália

Centro histórico de Gubbio.

Uma cidade que pertenceu a muitos reinos

Durante o período em que Gubbio pertenceu diretamente ao Estado da Igreja, a cidade viveu sua decadência política e econômica. Com Napoleão, Gubbio vem incorporado à República Cisalpina (1798), depois àquela Romana (1798-1799) e, de 1808 a 1814, ao Reino Itálico. Em 1860, pouco depois da sua incorporação ao Reino da Itália, Gubbio foi agregada à região Úmbria.
Gubbio, cidade medieval na Úmbria, Itália

Teatro romano, um importante sítio arqueológico que comprova a presença dos romanos em Gubbio. Realizado no século I a.C., provavelmente essa construção estava localizada na periferia da cidade, perto das antigas termas.

Na época do império, esse teatro era o segundo em ordem de grandeza em todo o território romano, com capacidade para cerca de seis mil pessoas.

Hoje, infelizmente, apenas resta uma pequena parte do teatro, o qual vem usado para representações musicais ao ar livre.


Como chegar a Gubbio, Úmbria, centro da Itália

Pegue o trem que faz a linha Roma-Ancona e desça na estação de Fossato di Vico/ Gubbio. Em frente à estação, pegue o ônibus em direção a Gubbio. A viagem dura cerca de trinta minutos.

Atenção! São poucos os ônibus que fazem a linha Fossato di Vico – Gubbio.

Se estiver DE CARRO pela Úmbria, e quiser conhecer um outro burgo, eis:

Deruta, província de Perugia, um dos burgos mais bonitos da Itália

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Visão do burgo de Deruta.

Entra-se no burgo de Deruta através da sua porta principal, a de São Miguel Arcanjo.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Porta de São Miguel Arcanjo: a principal entrada do burgo.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Logo na entrada dá para ver algumas estruturas de antigos fornos para a fabricação de cerâmicas, construídas nos séculos XVI e XVII.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Um dos antigos fornos para a produção de cerâmica.

Aliás, as maravilhosas cerâmicas estão por toda a parte, e é próprio neste burgo que fica o Museu Regional da Cerâmica.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

O Museu Regional da Cerâmica de Deruta.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

As lindas cerâmicas que decoram o exterior das casas.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Uma das lojas de cerâmica.

O chafariz da Praça dei Consoli, o qual foi construído em 1848.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

O chafariz da Praça dei Consoli, ponto central do burgo.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Uma das casas coloridas do burgo.

É possível visitar a igreja desconsagrada de Santo Antônio Abate com um dos guias da associação de turismo do burgo, pois ela é fechada à visitação normal. O guia vai lhe explicar, com ricos detalhes históricos, sobre os afrescos dos artistas Bartolomeo Caporali e Giovanni Battista.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Interior da Igreja de Santo Antônio Abate.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Afresco de Nossa Senhora da Misericórdia entre os Santos Francisco e Bernardino, rodeada pelo Pai Eterno entre os Evangelistas. Obra-prima de Bartolomeo Caporali, 1480.

Deruta, um dos burgos mais bonitos da Itália

Cenas da vida de Santo Antônio Abate e as figuras de São Roque e São Sebastião. No centro do altar, uma estátua em terracota de Santo Antônio Abate. Obra-prima de Giovanni Battista Caporali.


Como chegar a Deruta, Úmbria

De Roma: Pegar o trem em direção a Ancona e descer na estação de Fossato di Vico/Gubbio. Daqui se pega um ônibus para Deruta.

De Florença: Pegar o trem em direção a Perugia. Daqui se pega um ônibus para Deruta.

De carro: Aproveite e ALUGUE SEU CARRO COM NOSSO PARCEIRO RENTALCARS.

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


Gastronomia italiana incluindo dicas vegetarianas e veganas


* Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer.

Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.
Assine a nossa newsletter mensal.

Comentários

  1. Ja visitei Gubbio, muito linda mesmo. otimo post. abraços.

  2. Obrigada pelo seu comentário, Deyse.

    Abraços,

    Maria

  3. Oi, Maria. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  4. Olá, Natalie, obrigada!

    Tenha um ótimo fim de semana 🙂

    Maria

  5. […] viajou pelas regiões italianas de Marche, Úmbria e Toscana (com uma permanência fundamental em Florença), antes da sua transferência definitiva […]

  6. […] Dicas de Gubbio e Deruta, Úmbria […]

  7. […] Dicas de Gubbio e Deruta […]

Deixe seu comentário ☺

error: