🏰 Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz, região Vêneto


Turismo na Itália

Sim, nas Dolomitas italianas também existe um castelo: é o de Andraz, situado em Livinallongo del Col di Lana, província de Belluno, Vêneto.

Digamos que, comparando-o com outros castelos italianos, a sua aparência externa e seu interior desprovido de mobília não encantam um turista em busca de belezas de pompa real, mas o que faz de Andraz ser tão importante para a região dolomítica é, sem dúvidas, o seu passado enquanto fortaleza estratégica numa paisagem de extrema beleza.

Guia brasileira na Itália. Maria Arruda

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz, província de Belluno


Prosseguindo minha viagem nas Dolomitas, após ter visitado a lindíssima Reserva Natural Serrai di Sottoguda, fui conhecer o Castelo de Andraz, cuja localização domina o vale que o circunda.

Trata-se de uma posição estratégica para o controle das vias de comunicação, principalmente o percurso que, subindo o Agordo, atravessa a área dolomítica para chegar a Pusteria.

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz

Área que circunda o Castelo de Andraz. O Rio Castello, abaixo do castelo, constituía possivelmente um limite entre o Patriarcado de Aquiléia e a área Tirolese.

Veneza, uma inimiga

O Castelo de Andraz, nas Dolomitas, foi utilizado para garantir os interesses do Bispo de Bressanone contra Veneza, já que esta república estava de olho na exploração dos bosques e das mineiras dessa região.

Os primeiros acontecimentos históricos que envolvem este castelo ocorrem após o século X. Até o século XV, ele foi propriedade dos vassalos que eram ligados aos “Bispos-Conde”.

O Bispado de Bressanone se apoderou do castelo em 1416 e, desde então, até a secularização imposta pelo Tratado de Paris de 1802, Andraz continuou nas mãos do bispo que o utilizou como sede para pequenas tropas militares sob o comando de um capitão.

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz

O convidado mais ilustre de Andraz foi Nicolò Cusano, o qual, em qualidade de Bispo de Bressanone, escolheu a fortaleza para a sua própria segurança durante muitos períodos de permanência entre 1457 e 1460.

O castelo possui uma estrutura extraordinária, a qual foi realizada no século XIV em função do rochedo sobre o qual foi levantada.

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz

A arquitetura interna é caracterizada por andares sobrepostos que desfrutam da inclinação do terreno. O único acesso da fortaleza era uma escada que podia ser isolada por meio de uma levadiça.

Perda da importância estratégica do Castelo de Andraz

A muralha na base do castelo servia para garantir uma aproximação limitada do inimigo e permitia que o espaço de serviço interno fosse usado de forma segura.

Depois das guerras napoleônicas, o castelo não tinha mais nenhuma importância estratégica, seja pelas mudanças de condições políticas e militares, seja pelo fim da atividade extrativa em 1755.

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz

Em frente ao Castelo de Andraz, o qual, durante a sua decadência, foi completamente “despido” de teto, mobília e outros objetos em 1851.

Durante a Primeira Guerra Mundial, Andraz foi bombardeado pelas posições austríacas que estavam em Col di Lana.

A sacralidade do lugar, a concorrência de várias culturas, a beleza da paisagem e a magnífica conservação do ambiente natural fazem deste castelo um dos símbolos de maior fascínio da área alpina oriental.

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz

O Castelo de Andraz recebeu restaurações conservativas importantes por parte do Ministério para os Bens e as Atividades Culturais – Superintendência para os Bens Ambientais e Arquitetônicos do Vêneto Oriental nos anos entre 1986 e 2001.


Gosta de castelos? Então confira o que já escrevi sobre alguns castelos italianos.


Informações sobre o Castelo de Andraz, Dolomitas, Itália 

Endereço: Località Castello, 32020. Livinallongo del Col di Lana (Belluno). O meio de transporte ideal para se chegar ao castelo é o carro. Alugue o seu pelos melhores preços com RentalCars aqui.

O Castelo de Andraz só é aberto para visitação durante o verão.

Abertura: 17 de junho a 24 de setembro de 2017.

Horário

10 h às 12h30 e das 15 h às 18 h. Fechado às segundas-feiras, exceto no mês de agosto.

De 22 de julho a 3 de setembro, será aberto todos os dias, com horário contínuo, das 10 h às 18 h.

Ingressos: 6 euros (inteiro) e 3 euros (jovens de 7 a 19 anos e estudantes universitários).

Gratuito: deficientes físicos e seus acompanhantes, crianças menores de 6 anos.

Visitas guiadas ao custo de 3 euros + ingresso.

 Para mais informações, consulte diretamente o site do  Castello di Andraz (italiano).

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


*Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Comments

  1. […] Fica a dica: Nas Dolomitas, não deixe de visitar também o Castelo de Andraz. […]

  2. […] Nas redondezas, aproveite para conhecer também o Castelo de Andraz. […]

  3. […]  Quando visitar as Dolomitas, aproveite para conhecer também Arabba e Serrai di Sottoguda e o Castelo de Andraz. […]

Deixe seu comentário ☺

error: