Dicas da República de San Marino, Patrimônio UNESCO


Dicas de Rimini e arredores

San Marino, além de ser a república mais antiga do mundo, tem o seu centro histórico, Monte Titano e Borgo Maggiore inseridos no Patrimônio UNESCO desde 2008. Com espírito medieval, a Cidade-Estado construída no topo do Monte Titano merece ser visitada pelos brasileiros, pois, afinal, é um país dentro de outro país.

Dicas da República de San Marino

Uma das três torres de San Marino, as quais podem ser percorridas tranquilamente por uma trilha de fácil caminhada. Aqui do alto o panorama é fantástico: você pode ver o Vale do Marecchia, área geográfica que compreende o interior da província de Rimini e uma parte da região Marche.

Dicas da República de San Marino, centro-norte da Itália

San Marino foi fundada em 301 d.C. pelo diácono Marino, um pedreiro nascido na Dalmácia que se estabeleceu no Monte Titano e transformou este lugar em seu refúgio, principalmente para fugir das perseguições perpetradas pelo Imperador Diocleciano contra os cristãos. Assim, Marino constituiu uma pequena comunidade na parte mais protegida do Monte onde se vivia em modo laico e também religioso .

Dicas da República de San Marino

Do alto de San Marino, uma vista do Vale do Marecchia. A superfície do território sanmarinese é de 61 km quadrados e o Monte Titano, sua parte mais alta, tem uma altitude de 750 m e uma distância em linha reta de 10 km do Mar Adriático, mais precisamente em Rimini. Faz fronteira com as regiões Emília-Romanha e Marche.

San Marino: entre as colinas da Emília-Romanha e Marche

O turista que visita Rimini ou Pesaro-Urbino (Marche) pode aproveitar o passeio e dar uma esticada até a República de San Marino, assim ele tem a ocasião de conhecer um Patrimônio UNESCO e também de pôr os pés em um território estrangeiro dentro da Itália. A minha dica é aproveitar o ensejo e carimbar o passaporte com o visto turístico dessa república. Custo: 5 euros.

Dicas da República de San Marino

Carimbe o seu passaporte!

Levei meu passaporte brasileiro e fui até o escritório turístico sanmarinese para colocar o carimbo com o selo de visto turístico. Senti-me no exterior a apenas poucos quilômetros da minha casa.

A república mais antiga do mundo possui cerca de 33.000 habitantes. Seu clima tem uma média anual de 16º C: no inverno, a temperatura pode chegar até -2º C, enquanto no verão, até 30º C.

Dicas da República de San Marino

Montale, a última torre no Monte Titano. As três torres chamam-se Guaita, Cesta e Montale. Este panorama na foto são os vales do Montefeltro na província de Rimini em direção à província de Pesaro-Urbino. Como escrevi acima, San Marino é circundado pelas regiões Emília-Romanha e Marche.

Os cidadãos sanmarineseses nunca quiseram expandir seu território, porém eram muito hábeis em traçar políticas de aliança, como a que fizeram com o Papa e os Duques de Montefeltro para se defenderem da hegemonia da poderosa família Malatesta de Rimini no século XV. De lá pra cá, a superfície territorial sempre se manteve a mesma, isto é, 61 km quadrados.

Dicas da República de San Marino

Com Deyse, blogueira do Passeios na Toscana, em frente à Torre Cesta, onde está situado o Museu de Armas Antigas.

Dicas da República de San Marino

Basílica de San Marino, construída no início do século XIX sobre as ruínas de uma antiga igreja em estilo românico. À direita, uma parte da Igreja de São Pedro, reestruturada no século XIX sobre vestígios de uma antiga construção.


Leia minhas dicas na Emília-Romanha.


Dicas da República de San Marino

Assistindo à troca da guarda em frente ao Palácio Público, a qual acontece a partir das 14h30 durante o verão, a cada trinta minutos.

Dicas da República de San Marino

Estátua da Liberdade, na Praça da Liberdade. Atrás, o Palácio Público ou Palácio do Governo.

Dicas nas redondezas

Quando visitar San Marino, aproveite também para visitar o estupendo burgo de San Leo, o burgo de Verucchio e fazer a visita guiada às Varandas de Piero della Francesca.


Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


Lojinha de Riccione, Rimini e arredores


* Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a nossa newsletter mensal.

Comentários

  1. Muito legal as dicas, vou fazer um curso de italiano em San Severino Marche, Edulingua e pretendo ir até San Marino.

  2. […] como a da magnífica região de Montefeltro (compreende Toscana, Marche, Emília-Romanha e República de San Marino), então aconselho a fazer a visita guiada – Montefeltro: Panoramas Renascentistas: As […]

  3. […] burgo medieval de Verucchio, situado no interior da província de Rimini e perto da República de San Marino e de San Leo, é um dos burgos mais bonitos da Itália e oferece uma grande tranquilidade em meio […]

  4. […] Riccione, província de Rimini, Emilia-Romagna (Emília-Romanha, em português), é um balneário turístico muito frequentado por turistas italianos, russos e alemães durante o verão europeu. Oferece estruturas turísticas bem acolhedoras e de qualidade, além de ser uma ótima cidade-base para se fazer vários bate-volta pela própria Emília-Romanha, região Marche e a República de San Marino. […]

  5. […] República de San Marino – 135 km – 1h30 […]

  6. […] no alto do Vale do Marecchia, mais precisamente no interior da província de Rimini, perto da República de San Marino. Durante a Idade Média, esta cidade cresceu ao máximo no seu esplendor, assim como a família que […]

  7. Maria Carolina Says: junho 13, 2017 at 9:43 am

    Olá Maria! Também me chamo Maria (Carolina), hehe! Moro na Áustria e chegarei em Rimini na quinta-feira agora dia 15 bem cedo. Gostaria de visitar San Marino no sábado dia 17. Qual transporte pego a partir de Rimini? Nao achei essa informaçao em nenhum lugar na internet… Amei muito seu blog, peguei várias dicas e acabei incluindo Riccione, sua cidade, no tour, graças ao seu marketing, hehe! Obrigada e ótima semana.

Deixe seu comentário ☺

error: