🏰 Castelos e fortalezas de norte a sul da Itália abertos para visitação


Turismo na Itália

Vir à Itália e visitar um castelo e/ ou uma fortaleza é o sonho da maioria dos turistas, e esse sonho pode ser facilmente realizado porque o que não falta na bota são essas construções medievais, ou de época posterior, para serem admiradas.

De norte a sul do país, podemos conhecer algumas em ótimo estado de conservação ou somente suas ruínas, mas que, mesmo assim, fascinam igualmente.

Assim, elaborei abaixo uma lista de castelos e fortalezas na Itália abertos para visitação, já que muitos, por falta de manutenção ou por pura burocracia, estão fechados ao público.

A princípio, selecionei um monumento por cada região italiana, porém, futuramente, esta lista será acrescida de novos castelos e fortalezas

Castelos e fortalezas na Itália abertos para visitação


Antes de listar os castelos e fortalezas italianos que você pode visitar, é bom saber qual é a diferença entre um e outro. Assim:

(cas.te.lo)

Residência real ou senhorial, fortificada com altas muralhas e torres, ou protegida por fosso, pontes levadiças, etc.;

(for.ta.le.za) [ê]

Construção fortificada para a defesa de uma cidade, uma região etc.; FORTE; FORTIFICAÇÃO.

Dicionário Aulete Digital

E há ainda a diferença entre forte e fortaleza:

O forte compõe-se de uma ou mais baterias de artilharia localizadas na mesma obra. A segunda, de duas ou mais baterias localizadas em obras independentes e com largo intervalo entre elas.

Academia de História Militar Terrestre do Brasil


Abaixo, alguns castelos e fortalezas divididos por regiões e em ordem alfabética.

Abruzzo

Castelos e fortalezas abertos para visitação na Itália

Rocca Calascio, Abruzzo, centro da Itália.

ROCCA CALASCIO: Apesar de só haver ruínas, Rocca Calascio foi eleita por National Geographic como um dos 15 castelos mais bonitos do mundo (na verdade, era um forte). Eu conheci esse lugar maravilhoso e escrevi a respeito aqui.


É necessário estar de carro, pois não há ônibus ou trem até Rocca Calascio. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado no Abruzzo.

Dica de hotel nas redondezas: Dormi neste hotel em Santo Stefano di Sessanio, um dos burgos mais bonitos da Itália.


Basilicata

Castelos e fortalezas na Itália abertos para visitação: Castelo de Melfi, Basilicata

Castelo de Melfi, Basilicata. Foto: Wikipédia.

CASTELO DE MELFI: Encomendado por Roberto de Altavila, e ampliado por Frederico II, o Castelo de Melfi é um dos mais famosos da Basilicata e um dos maiores do sul da Itália.

É aberto todos dos dias, das 9 h às 20 h (às segundas, das 14 h às 20 h). Ingressos: € 2,50 inteiro, € 1,25 reduzido (18 a 25 anos) e gratuito para menores de 18 e maiores de 65 anos.


O melhor meio de transporte para ir até o Castelo de Melfi é o carro. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado na Basilicata.


Calábria

Fortalezas italianas: Le Castella, Calábria

Fortaleza Aragão, Calábria. Foto: Touring Club.

FORTALEZA ARAGÃO: A construção atual que se sobrepõe à pequena ilha é obra dos Aragão que, em fins do século XV, aumentaram e melhoraram o sistema defensivo do Reino de Nápoles para defendê-lo dos ataques dos árabes via mar.

Para horários e preços, consultar o site Pro Loco “Le Castella”.


É necessário estar de carro, pois não há ônibus ou trem até a Fortaleza Aragão. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado na Calábria.


Campânia

Castelos e fortalezas na Itália abertos para visitação: Castel dell'Uovo, Nápoles

Castel dell’Ovo, Nápoles. Foto: Vesuviolive.it

CASTEL DELL’OVO: É o castelo mais antigo de Nápoles, situado entre os bairros de San Ferdinando e de Chiaia.

O Castelo do Ovo tem entrada gratuita e você pode conferir os horários diretamente neste site.


Viaje para Nápoles de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Se não puder dormir em Nápoles, faça um tour de 1 dia saindo de Roma.

Dica de hotéis perto de Nápoles: Hotéis baratos em Sorrento.


Emília-Romanha

O que ver em Ferrara, na Itália: Castelo Estense

Castelo de Ferrara.

CASTELO DE FERRARA: Só vi o Castelo Estense por fora e pelo seu pátio interno, mas pretendo visitá-lo internamente no futuro. Aproveite para ler mais informações a respeito em O que ver em Ferrara.


Viaje para Ferrara de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Tour privado em português para grupos de familiares ou amigos em Ferrara. Entre em contato para mais informações.

Reserve seu hotel em Ferrara pelos melhores preços e sem acréscimo com Booking.


Friuli-Venezia Giulia

Castelos italianos: Castello di Miramate, Trieste.

Castelo de Miramare, Trieste, Friuli-Venezia Giulia. Foto: Wikipédia.

CASTELO DE MIRAMARE: Encomendado pelo arquiduque Ferdinando Massimiliano d’Asburgo para ser a sua residência, o Castelo de Miramare é prova única de uma luxuosa habitação nobre que ainda conserva os seus móveis internos originais.


O carro é o melhor meio de transporte para ir até o Castelo de Miramare. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado em Friuli-Venezia Giulia.


Lácio

Dicas do Castelo Sant'Angelo, em Roma

Castelo Sant’Angelo, Roma.

CASTELO SANT’ANGELO: Certamente, uma das principais atrações de Roma, o Castelo Sant’Angelo, também conhecido como Mausoléu de Adriano, encanta todos que o visitam.


Viaje para Roma de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Tours privados em Roma e Vaticano com guia brasileira. Indicados para grupos de familiares e amigos. Saiba mais aqui.

Dica de hotéis em Roma: Villa Maria Cristina Brando e estruturas de 1 a 3 estrelas.


Ligúria

Castelos em Gênova: Castelo d'Albertis.

Castelo d’Albertis, Gênova. Foto: Musei di Genova.

CASTELO D’ALBERTIS: Residência histórica genovesa, o Castelo d’Albertis é sede do Museu das Culturas do Mundo e do Museu das Músicas dos Povos.

O Castelo d’Albertis abre todos os dias, exceto às segundas-feiras. Consulte o site da estrutura para controlar os horários de abertura durante o ano.


Viaje para Gênova de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Se não puder dormir em Gênova, faça um tour de 1 dia saindo de Milão.


Lombardia

CASTELO SFORZESCO: Conheci o Castelo Sforzesco há alguns anos, o qual está situado no centro de Milão.


Viaje para Milão de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Passeios e ingressos de monumentos em Milão.

Reserve seu hotel em Milão pelos melhores preços e sem acréscimo com Booking.


Marche

Castelo de Gradara, na Itália. Província de Pesaro-Urbino

CASTELO DE GRADARA: Já visitei o castelo, que fica no burgo homônimo, situado a poucos quilômetros de Riccione, balneário no Mar Adriático.


O carro é o transporte ideal para ir até o Castelo de Gradara. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado na região Marche.

Dica de hotéis nas redondezas: Durma em Riccione, ótima cidade-base para conhecer Gradara.


Molise

Castelos italianos abertos para visitas: Pandone di Venafro.

Pandone di Venafro. Molise. Foto: icastelli.it

CASTELO DE PANDONE: Sede do Museu Nacional do Molise, o Castelo Pandone, situado em Venafro, é um dos mais importantes da região Molise.

O Castelo de Pandone abre de terça a domingo, das 8 h às 19 h. O ingresso custa 4 euros (inteiro) e 2 euros (reduzido).


É necessário estar de carro, pois não há ônibus ou trem até Pandone di Venafro. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado no Molise.


Piemonte

Castelo del Valentino, Turim, Piemonte, Itália

Castelo del Valentino, Turim. Foto: Wikimédia.

CASTELO DO VALENTINO: Patrimônio da Humanidade pela Unesco, o Castelo do Valentino está situado no centro de Turim, região Piemonte.

O Castelo do Valentino abre no primeiro e no terceiro sábado do mês e é necessário reservar a visita on-line aqui.


Viaje para Turim de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Tours e ingressos de monumentos em Turim.

Reserve seu hotel em Turim pelos melhores preços e sem acréscimo com Booking.


Puglia

🏰 Um dos ambientes do Castelo de Monte Sant’Angelo, área do Gargano, região Puglia. #viagemnaitalia

Un post condiviso da Viagem na Itália (@viagem_italia) in data:

CASTELO DE MONTE SANT’ANGELO: Visitei o Castelo de Monte Sant’Angelo em maio deste ano e, quando puder, vou escrever um post sobre esse castelo aqui no blogue.

O ingresso custa 2 euros e você pode controlar os horários de abertura neste site.


O carro é o transporte ideal para subir até o Monte Sant’Angelo. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars

Serviço aconselhado: Passeios em várias cidades da Puglia.


Sardenha

Castelos e fortalezas abertos para visitação na Itália: Castelo de Acquafredda, Sardenha.

Castelo de Acquafredda, Sardenha. Foto: Wikipédia.

CASTELO DE ACQUAFREDDA: Datado do século XIII, o Castelo de Acquafreda está situado em Siliqua, província de Cagliari, Sardenha.

O Castelo de Acquafredda abre todos os dias, das 10 h às 18 h. O ingresso custa 5 euros (inteiro + visita guiada) ou 4 euros (inteiro, sem visita guiada). Controle os preços e horários aqui.


É necessário estar de carro, pois não há ônibus ou trem até o Castelo de Acquafredda. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado na Sardenha.

Reserve seu hotel em Cagliari pelos melhores preços e sem acréscimo com Booking.


Sicília

Castelos na Sicília: Castelmola, acima de Taormina

Castelo de Castelmola, província de Messina, Sicília. Foto: icastelli.it

CASTELO DE CASTELMOLA: Visitei as ruínas desse castelo siciliano em 2016, o qual está situado acima de Taormina, província de Messina.


Contrate um serviço de transfer do Aeroporto de Catânia para Taormina ou outras cidades sicilianas.

Serviço aconselhado: Tours e outras atividades em Taormina e arredores.

Dica de hotel nas redondezas: Dormi neste B&B em Taormina, em frente à estação ferroviária.


Toscana

Castelos na Toscana: Castelo de Fosdinovo

Castelo de Fosdinovo, Massa-Carrara, Toscana. Foto: Castello di Fosdinovo.

CASTELO DE FOSDINOVO: A construção dessa fortaleza imponente teve início na segunda metade do século XII. O Castelo de Fosdinovo está situado na província de Massa-Carrara, já perto da região Ligúria.

O museu do castelo abre somente mediante reserva para visitas guiadas e o custo do ingresso é de 6 euros (adultos) e 4 euros (crianças). Para informações completas, acesse o site do Castello di Fosdinovo.


O carro é o meio de transporte ideal para ir até o Castelo de Fosdinovo, pois não há linhas de ônibus ou trem até esse monumento. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Tours privados com guia brasileira em Florença.

Dica de hotéis em Florença: Palazzo Castri 1874 e Antica Torre di Via Tornabuoni 1.


Trentino-Alto Ádige

Castelos italianos abertos para visitação: Castelo del Buonconsiglio, Trento, Trentino-Alto Ádige.

Sala com os ciclos dos meses. Castelo del Buonconsiglio, Trento. Foto: Comune di Trento.

CASTELO DEL BUONCONSIGLIO: É um dos edifícios mais famosos da cidade de Trento e um dos principais monumentos da região de Trentino-Alto Ádige.

O Castelo del Buonconsiglio abre de 1º de maio a 5 de novembro, de terça a domingo, das 10 h às 18 h. Em outro período, das 9h30 às 17 h. Para informações sobre preços, consulte diretamente o site do Castello del Buonconsiglio.


Viaje para Trento de trem, o meio de transporte mais rápido e cômodo para você chegar até a cidade.

Serviço aconselhado: Passeios e ingressos de monumentos em Trento.

Reserve seu hotel em Trento pelos melhores preços e sem acréscimo com Booking.


Úmbria

Castelos na Úmbria: Castelo Magione

Castelo de Magione (Castelo dos Cavaleiros de Malta). Foto: Sagrivit.it

CASTELO DE MAGIONE (Castelo dos Cavaleiros de Malta): Castelo de Magione, situado na província de Perugia, remonta aos anos de 1150-1170, quando funcionou como hospitium para os peregrinos que iam para Roma ou Jerusalém e percorriam a vizinha Via Francigena.

É aberto para visitação de segunda a sexta, das 9 h às 13 h e das 15 h às 18 h. Aos sábados, das 9h30 às 12h30. Fechado aos domingos. Saiba mais no site do Castello di Magione.


O carro é o meio de transporte ideal para ir até  o Castelo de Magione. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Se não puder dormir na Úmbria, faça um tour de 1 dia saindo de Roma para Assis.

Reserve seu hotel em Perugia pelos melhores preços e sem acréscimo com Booking.


Valle d’Aosta

Castelos em Valle d'Aosta: Forte di Bard. Castelos e fortalezas abertos para visitação na Itália

Forte de Bard, Valle d’Aosta. Foto: Wikimédia.

FORTE DE BARD: Representa um dos melhores exemplos de fortaleza de barreira do início do século XIX.

O Forte de Bard está situado a 48 km de Aosta e a 78 km de Turim.

Confira todos os detalhes para você programar a sua visita no site de Forte di Bard.


O carro é o meio de transporte ideal para ir até Forte de Bard. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Roteiro personalizado em Valle d’Aosta.


Vêneto

Dolomitas, Itália: Castelo de Andraz


FORTALEZA DE ANDRAZ: Conheci as ruínas da Fortaleza de Andraz há alguns anos, a qual é aberta para visitas somente durante o verão italiano.


É necessário estar de carro, pois não há nenhum transporte público para o Castelo de Andraz. Alugue seu carro pelos melhores preços com RentalCars.

Serviço aconselhado: Se não puder dormir nas Dolomitas, faça um tour de 1 dia saindo de Veneza.

Dica de hotel nas redondezas: Dormi neste hotel em Arabba, ótima cidade-base para explorar as Dolomitas italianas.


Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália

Gastronomia italiana incluindo dicas vegetarianas e veganas


*Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a nossa newsletter mensal.

Deixe seu comentário ☺

error: