🏰 Castelo Sant’Angelo, Roma: novo percurso, app, wi-fi e Castelo Secreto


Arqueologia romana / Dicas de Roma, Vaticano e arredores / Museus

Agora os visitantes do Castelo Sant’Angelo (Castel Sant’Angelo, em italiano), em Roma, tem um novo percurso de visita e outras melhorias que tornam o passeio por esse monumento mais interativo e interessante: aplicativo para baixar gratuitamente em 7 línguas e wi-fi disponível na área de visitação.

Há muitos anos, visitei esse castelo  à noite, e pude conhecer a sua parte mais secreta: as prisões e o famoso Passetto di Borgo, um corredor que liga o castelo até os Palácios Vaticanos.

Descubra um pouco mais sobre esse monumento, situado perto do Vaticano, e saiba como visitá-no quando for à Cidade Eterna.

Guia brasileira na Itália. Maria Arruda

Novo percurso de visita no Castelo Sant’Angelo com direito à App e wi-fi


Castelo Sant'Angelo, em Roma

Castelo de Sant’Angelo. Foto: Wikipédia.

Castelo Sant’Angelo foi realizado pelo Imperador Adriano, no século II, como seu mausoléu pessoal e de família.

Várias circustâncias fizeram com que esse monumento, diferentemente de muitos outros edifícios romanos, evitasse cair em ruínas.

A principal foi a ininterrupta série de transformações através das quais passou de túmulo à fortaleza invencível, de prisão à esplêndida casa renascentista, de caserna a museu nacional.

Castelo Sant’Angelo foi o quinto monumento mais visitado da Itália em 2017, porém já fazia muito tempo que esse edifício apresentava alguns limites sob o perfil museológico.

Uma viagem pela história de Roma

De modo particular, havia a necessidade de um percurso de visita propriamente dito, isto é, capaz de guiar o público através dos lugares físicos – pátios, salas, pórticos – e, sobretudo, através de todas as suas fases históricas.

Era primordial oferecer um itinerário que transformasse a experiência no Castelo Sant’Angelo em uma viagem através da história de Roma.

A resposta é um percurso que conduz o visitante à cela sepulcral de Adriano, sobre as marcas do cortejo que levara as cinzas do imperador.

O visitante entra nas salas dos apartamentoes papais, na prisão de Cagliostro e chega ao espetacular Terraço do Anjo, do qual Tosca decidiu de se jogar no Rio Tibre, e depois sai, pela primeira vaz, através do portal monumental edificado pelo arquiteto senese Giovanni Sallustio Peruzzi, filho do celebérrimo Baldassarre.

Salas Cambellotti e Sala dos Lábaros

O percurso, além de ser notavelmente mais longo, é também mais completo. Ele compreende visitar lugares que, antes, eram fechados ao público, como as chamadas Salas Cambellotti.

Trata-se de três ambientes destinados, em 1925, a acolher as armas do exército italiano e decoradas com pinturas e estuques de Duilio Cambellotti, um dos maiores intérpretes do estilo Liberty.

Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália

De particular importância é a Sala dos Lábaros, assim chamada porque devia receber os lábaros, isto é, as insígnias militares que, no curso da Primeira Guerra Mundial, serviram para quebrar as frentes estabilizadas: eis porque Cambellotti pintou nessas salas bandeiras saboias, papais e lombardas, além de ter representado no friso asas de águia que agitam cada tipo de arma.

Castelo Sant'Angelo à noite, Roma

Visão de cima do Castelo da Ponte de Sant’Angelo.

App e wi-fi incluídos no ingresso

Para melhorar a comunicação, o Castelo Sant’Angelo coloca agora à disposição do visitante instrumentos sofisticados do ponto de vista tecnológico.

E o melhor: completamente gratuitos, já incluídos no ingresso

A primeira novidade, são os painéis de base, completamente novos no conteúdo e na linha gráfica. Esses são dotados de sistema wi-fi, oferecido no inteiro perímetro do Castelo, e de um aplicativo que pode ser baixada em todos os dispositivos móveis, principalmente nos smartphones.

O App permite ao visitante de seguir o percurso por conta própria e está disponível em 7 línguas – italiano, inglês, espanhol, francês, alemão, japonês e chinês.

São Miguel, estátua no topo de Castel Sant'Angelo, Roma

Detalhe da Estátua de São Miguel, no alto do Castelo. Foto: Wikimedia.

Castelo Secreto

Também é oferecido o itinerário Castelo Secreto (Castello Segreto): uma série de visitas guiadas exclusivas no coração do monumento: o Passetto di Borgo (o corredor que liga o castelo aos Palácios Vaticanos), as prisões históricas, as olearias (ambientes que serviam como despósitos de alimentos), o pátio de Leão X, o local chamado ‘del Forno’ e a Stufetta de Clemente VII, isto é, o banheiro do pontífice, célebre pelos afrescos do ateliê de Rafael Sanzio.

Passetto di Borgo: corredor de salvação de papas

Passetto di Borgo, caminho que liga o Castelo Sant'Angelo aos Palácios Vaticanos

Passetto di Borgo. Foto: Wikipédia.

O conhecido Passetto di Borgo é constituído por um viaduto – acessível pelo Bastião São Marcos – que liga os Palácios Vaticanos ao Castelo Sant’Angelo. Foi construído por volta de 1277, por ordem de Papa Nicolau III, que foi o primeiro papa a transferir a residência pontifícia do Palácio Lateranense, protegido precariamente, para o Vaticano, circundado por muros fortificados da Civitas Leonina e situado perto da rígida fortaleza do Castelo.

A construção do corredor

Os arquitetos de Nicolau III  aproveitaram parte do velho muro defensivo, feito construir por Leão IV, para realizar um tipo de ‘corredor’ – tanto que, nas fontes antigas, faz-se constantemente referência ao Passetto mencionando-o com o nome de Corridore – que consentisse uma ligação rápida e segura entre a sede pontifícia e o Castelo, em grau de garantir a incolumidade do papa, mesmo em situações de grande perigo, como assédios e tumultos que eram normais na turbulenta Roma Medieval.

Castel Sant'Angelo, em Roma

Visitando o itinerário secreto de Castel Sant’Angelo.

O Passetto funcionou como ‘via de salvação’ até o século XVII: dentre os primeiros a percorrer rapidamente os 800 metros de comprimento para encontrar proteção dentro do Castelo Sant’Angelo, Alexandre VI Bórgia (1492 – 1503), que em 1494 foi obrigado a fugir perante as tropas de Carlos VIII, mesmo se a fuga mais famosa tenha sido a de Clemente VII, que em 1527 usou o corredor para escapar dos lansquenês que saquearam e devastaram a cidade.

Essa foi a última grande missão ligada ao Passetto que, com o fim do século XVI, viu acabar pra sempre a sua função defensiva.

Horário e preços do Castelo Sant’Angelo, em Roma


Castelo Sant’Angelo abre todos os dias, das 9h às 19h30 (a bilheteria fecha às 18h30).

Fechado em 1º de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro.

Ingressos do Castelo Sant’Angelo

Intero € 14,00. Reduzido € 7,00 (cidadãos europeus de 18 a 25 anos)

Gratuito: Menores de 18 anos.

Ingresso gratuito no primeiro domingo de cada mês.

O Castelo Sant’Angelo faz parte do circuito de Roma Pass 48 h, de Roma Pass 72 h e de Roma & Più Pass (os titulares desses cartões devem exibi-los na bilheteria para a convalidação).

Visitantes com problemas de locomoção podem usufruir parcialmente dos espaços externos do Castelo.

Castelo Secreto

Visitas guiadas para grupos de, máximo, 15 pessoas, pelo Passetto di Borgo, olearias, prisões históricas e Stufetta de Clemente VII.

Horários

As visitas guiadas são realizadas em todos os dias de abertura do Castelo nos seguintes horários:

10 h em inglês – 11 h em italiano – 16 h em inglês – 17 h em italiano.

 Ingressos do Castelo Secreto      

As tarifas são adicionais ao ingresso de Castelo Sant’Angelo: Inteiro € 5,00. Reduzido € 2,50.

Somente o Passeto di Borgo é acessível sem ingresso adicional, durante a abertura noturna, de quinta a domingo, de 28 de junho a 09 de setembro de 2018.

Mais informações, no site Art-City.

Como visitar o Castelo Sant’Angelo sem filas

Você pode comprar o seu ingresso em português com TicketBar aqui.

Guia de turismo em português na Itália

Com guia de turismo brasileira em um tour privado (ideal para grupos de familiares e amigos).


Leia também: Dicas de Roma, Vaticano e arredores.


Fonte: Release de ArtCity Estate 2018 e site de Castel Sant’Angelo.

**Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais sobre a Política de Monetização do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Comments

  1. Excelente artigo
    muito bem escrito
    adoro esse ambiente de castelos..

  2. MARIA DE LOURDES FAVRETO Says: agosto 5, 2017 at 2:53 am

    Gostei muito do post. Vou em outubro 2017, estará aberto á visitação? Será que terá muita fila? Obrigada

  3. Olá Maria
    Tudo bem?

    Gostaria de uma ajuda. Estou entrando no link que vc indica para a compra do ingresso. Porém na seleção de horario só tem opção de período…ex.: 15:00 – 18:00. Sabe me dizer se posso entrar em qq horário dentro deste período? Posso entrar as 17:30hs?
    A dúvida é pq só estarei disponivel neste horário.
    Obrigada
    bj
    Denise

    • Olá, Denise,

      Eu controlei o link do site Tiqets, porém a venda de ingressos para o Castel Sant’Angelo não está disponível atualmente.

      Se quiser, meu parceiro TicketBar vende os ingressos para esse monumento: https://viagemnaitalia.rgi.ticketbar.eu/pt/ticketbar-rome/castelo-de-santo-angelo-/

      Como descrito no site do TicketBar, escolhendo uma faixa horária, tipo das 15 h às 18 h, a agência envia ao cliente um horário marcado (ex. 16 h) para entrar no castelo.

      Se preferir, também pode comprar os ingressos diretamente na bilheteria (se não for em alta temporada).

      Espero tê-la ajudado.

      Abraços,

      Maria

  4. Oi Maria
    Obrigada pelo retorno. Entendi…então vou ter que arriscar comprar na bilheteria pq tenho agendado a necropole as 14:30hs..em 19/09….acredito que só vou estar disponivel por volta das 17:30hs. O site oficial tbém não tem opção de horario…uma pena.
    Mas muito obrigada pelo retorno e informações.
    bj
    Denise

Deixe seu comentário ☺

error: