🖼️ Biografia e obras de Piero della Francesca na Itália


Arte italiana

El monarcha a li di nostri dela pictura e architectura, Maestro Piero deli Franceschi.

Luca Pacioli

De divina Proportione, 1509

Biografia e obras Piero della Francesca na Itália

Madonna della Misericordia de Piero della Francesca (1444-1464), Museu Cívico de Sansepolcro.

Obras de Piero della Francesca e uma pequena biografia do artista italiano

1412-1415

Piero di Benedetto di Pietro nasce provavelmente em torno dessa data.

29 de dezembro de 1432

É lembrado como aprendiz por Antônio d’Anghiari.

1436

Com Antônio d’Anghiari, pinta estemas pontífices nas portas urbanas de Sansepolcro.

20 de junho de 1437

Testemunha a leitura do testamento de Nicoluccio di Cicoloso Graziani, reitor da Opera di San Giovanni em Val d’Afra.

12 de outubro de 1439

‘Piero di Borgho” é mencionado em um documento referente à cobrança de um pagamento por conta de Domenico Veneziano, relativo à decoração com afresco do coro de Sant’Egidio em Florença.

11 de junho de 1445

Assina o contrato com os confrades da Misericórdia para o políptico a ser colocado no altar da igreja desses religiosos.

1450

É a data escrita na obra representando São Jerônimo Penitente, no Museu Nacional de Berlim, provavelmente realizada para a cidade de Ancona. Nessa cidade adriática, Piero esteve presente em 18 de março de 1450 como testemunha do testamento de Simona del fu Feliciano di Vanucio.

1451

É a data colocada na moldura do afresco representando Sigismundo Malatesta em prece perante São Sigismundo do Templo Malatestiano, Rimini.

1452

Morte de Bicci de Lorenzo e provável intervenção rápida de Piero na prossecução do ciclo de afrescos nas paredes da Capela Bacci de São Francisco, Arezzo, com as Histórias da Santa Cruz, ciclo que o pintor florentino tinha iniciado há pouco tempo.


1454

Em 14 de fevereiro, os confrades da Misericórdia do Borgo Sansepolcro intimam Benedetto, pai de Piero, a devolver o valor já pago ao artista como adiantamento para o políptico, no caso em que o pintor não completasse em até quarenta dias a obra como prescrito.

Em 4 de outubro, foi estipulado o contrato entre o capítulo de Santo Agostinho, no Borgo Sansepolcro, e o artista para a realização de um políptico para o altar-mor da igreja.

9 de julho de 1455

Foi efetuada uma perícia numa certa quantidade de terras oferecidas pelos agostinianos a Piero como adiantamento do pagamento do políptico.

22 de setembro de 1458

Piero nomeia o irmão Marco como seu procurador, provavelmente em previsão de uma estadia fora do Borgo Sansepolcro.

12 de abril de 1459

Foram pagos ao artista 150 florins “para parte de seu trabalho com certas pinturas feitas no quarto da Santidade do Nosso Senhor Papa”. Trata-se dos trabalhos realizados nos apartamentos apostólicos ocupado por Pio II.

1462

Marco, irmão de Piero e seu procurador, recebe em janeiro dos confrades da Misericórdia um valor “por parte do pagamento” do políptico finalmente concluído pelo artista.


20 de dezembro de 1466

Os confrades da Nunziata de Arezzo encomendam a Piero a realização de um estandarte perdido com A Anunciação. No contrato, são lembradas as obras do artista em Florença e Arezzo, e, sobretudo, faz-se referência ao ciclo da Capela Bacci de São Francisco como já terminado.

1468

Com os irmãos Marco e Antônio, Piero compra, em 20 de janeiro, uma propriedade em San Patrignano, perto de Sansepolcro.

Piero encontra-se em Bastia para fugir da peste e pinta o gonfaloneiro para a Anunciação que em 7 de novembro vem é levado para Arezzo onde recebe o aplauso dos comitentes.

1469

Em abril, o artista vai a Urbino, onde é hospedado por Giovanni Santi, pintor da corte dos Montefeltro, para combinar a realização da pintura de Corpus Domini, realizada somente mais tarde por Giusto di Gand.

Em 14 de novembro, recebe em Sansepolcro o pagamento resíduo do políptico de Santo Agostinho.

23 de fevereiro de 1471

O nome do artista aparece na lista dos morosos no pagamento de uma taxa municipal.

Biografia e obras de Piero della Francesca na Itália

Battista Sforza (esquerda) e São Jerônimo Penitente (direita).

20 de julho de 1472

Piero é membro de uma comissão urbana com a responsabilidade de nomear o médico municipal.

1474

Em 20 de fevereiro, o artista supervisiona a fortificação da cidade. Entre 12 de abril e 23 de novembro, recebe os pagamentos pelos afrescos da igreja de Badia em Sansepolcro.

1478

Em janeiro e fevereiro, é feita uma compra por parte de Piero e dos irmãos de algumas terras perto de Bastia. Piero recebeu da Companhia da Misericórdia pela imagem perdida de Nossa Senhora afrescada sobre um muro “entre a igreja e o hospital”.

1479-1480

Novos documentos para a compra de terrenos por parte do artista e de seus irmãos.

1480-1482

Piero faz parte de um grupo de religiosos da confraria de São Bartolomeu em Sansepolcro.

1482

Em 22 de abril, o artista aluga por um ano um apartamento em Rimini.

1483

Junto com os irmãos, compra terrenos perto de Bastia.

1485

Em 5 de dezembro, compra uma casa em Sansepolcro.

1487

Em 5 de julho, Piero, idoso, mas “são de mente”, de intelecto e de corpo” faz um testamento, deixando como herdeiros dos próprios bens os irmãos Marco e Antônio e seus respectivos filhos.

1492

Em 12 de outubro, o nome de Piero della Francesca, “pintor famoso”, é registrado no livro dos mortos da confraria de São Bartolomeu em Borgo Sansepolcro e vem lembrado que o artista foi sepultado na igreja de Badia segundo as suas prescrições testamentárias.


Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália


Onde ver as obras de Piero della Francesca na Itália


Arezzo, Catedral (Duomo)

Madalena

Arezzo, São Francisco

Anunciação

Batalha de Ponte Mílvio

Batalha entre o Imperador do Oriente Heráclio e o Persiano Cosroe

Encontro entre Rei Salomão e a Rainha de Sabá

A Batalha de Constantino e Massêncio

L’adorazione del Sacro Legno

Lenda da Santa Cruz

Morte de Adão e Sepultamento de Adão

Ritrovamento delle tre croci e Verifica della Vera Croce

Sonho de Constantino

Tortura do hebreu

Trasporto del sacro legno

Triunfo da Cruz

Florença, Galeria degli Uffizi

Federico da Montefeltro e Battista Sforza

Triunfo de Federico da Montefeltro

Triunfo de Battista Sforza

Milão, Museu Poldi Pezzoli

São Nicolau de Tolentino do Políptico de Santo Agostinho

Milão, Pinacoteca de Brera

Pala di Brera

Monterchi, Museu da Madonna del Parto

Nossa Senhora do Parto

Perugia, Galeria Nacional da Úmbria

Políptico de Santo Antônio

Rimini, Templo Malatestiano

Sigismundo Malatesta perante São Sigismundo

Roma, Santa Maria Maior

São Lucas

Sansepolcro, Museu Cívico

Políptico da Misericórdia

Ressurreição de Cristo

São Juliano

Urbino, Galeria Nacional de Marche

Flagelação

Madonna de Senigallia

Veneza, Galeria da Academia

São Jerônimo e um Devoto


Aproveite e visite as Varandas de Piero dela Francesca, no lindo burgo de San Leo, província de Rimini.



*Fonte: I Grandi Maestri. Volume 14: Piero della Francesca. E-education.it S.p.A., Firenze, 2012.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer. Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a nossa newsletter mensal.

Deixe seu comentário ☺

error: