🔝 10 cúpulas imperdíveis para visitar na Itália


Turismo na Itália

Nas grandes cidades italianas, as cúpulas das igrejas fazem parte de seus cartões-postais e nos sentimos atraídos em ver essas belezas arquitetônicas que despontam do alto desses edifícios de culto.

Já desde o Império Romano,  as cúpulas faziam parte da estrutura urbana e, ao lado de construções imponentes, representavam o poder da Cidade Eterna.

Decorações magníficas e mosaicos enriqueceram o seu aspecto durante o Império Bizantino. Porém, foi no Renascimento, e successivamente no Barroco, que as cúpulas passaram a ter um uso constante e recorrente.

Panorâmicas, inovadoras e encantadoras: eis algumas cúpulas imperdíveis para você visitar ou apenas ver externamente na Itália.

10 cúpulas imperdíveis para visitar na Itália


cú·pu·la
(italiano cupola)

substantivo feminino

  1. [Arquitectura] Parte hemisférica, interna e côncava que cobre um espaço circular ou poligonal.
  2. [Arquitectura] Parte externa e superior da cúpula dos monumentos. = DOMO, ZIMBÓRIO
  3. Céu, abóbada, tecto.

in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

Basílica de São Marcos (San Marco), Veneza

Basílica de São Marcos, Veneza. Cúpulas

Basílica de São Marcos, Veneza. Imagem: Best5.it

A Basílica de São Marcos, construída entre 1063 e 1094, tem uma estrutura única na Itália: é coberta por 5 cúpulas em estilo bizantino, unidas entre si por voltas em semicírculo.

Completamente revestidas de mosaicos dourados, as cúpulas são alcançáveis graças a pontes aéreas que passam sobre o transepto.

Dentre os mosaicos mais importantes, estão aqueles da Cúpula da Ascensão, do século XIII, e alguns da Cúpula de Pentecostes, do século XIII, sobre a nave central.

Leia também minhas dicas de Veneza.

Se for para Veneza de trem, compre a sua passagem do trem de alta velocidade com RailEurope.

Aproveite melhor a sua viagem e faça um tour privado em português em Veneza.

Santuário da Madonna di Vicoforte, em Cuneo (Piemonte)

Cúpula do Santuário della Madonna di Vicoforte, Cuneo.

Santuário da Madonna di Vicoforte, Cuneo. Foto: La Stampa.

A cúpula da Basílica monregalese é a maior do mundo dentre aquelas de forma elíptica e a quinta, por dimensão, depois de São Pedro, Panteão de Roma, Santa Maria del Fiore em Florença e da cúpula do Gol Gumbaz, na Índia.

A cúpula tem 75 m de altura e 6.000 metros quadrados de afrescos que representam a Virgem Maria e a sua subida aos céus.

Vai viajar pelo Piemonte de carro? Reserve um pelos melhores preços com Rentalcars.

Catedral de Santa Maria del Fiore, Florença

São  463 degrausque levam a uma das cúpulas mais lindas do mundo. Terminada por Filippo Brunelleschi em 1436, a cúpula, incluindo a esfera dourada e a cruz que a supera – é alta bem 117 metros.

O cansaço da subida é recompensado com a vista de duas joias, únicas no mundo: o extraordinário afresco do Juízo Universal, de Giorgio Vasari, e uma vista de Florença.

Leia também minhas dicas da Toscana.

Para subir até a Cúpula do Duomo del Florença, a reserva é obrigatória no site oficial do Grande Museo del Duomo di Firenze.

Aproveite a sua viagem e faça um tour privado em Florença com uma guia brasileira.

Basílica de São Pedro, Vaticano

Como subir até a Cúpula da Basílica de São Pedro, Vaticano.

Cúpula da Basílica de São Pedro, Vaticano. Foto: Italia.it

Projetada por Michelangelo Buonarroti e completada por Giacomo Della Porta, em 1590, a cúpula de São Pedro constitui uma das mais vastas coberturas em alvenaria já construídas no mundo.

As decorações internas representam cenas de Cristo, dos apóstolos e alguns bustos de papas e santos.

Com mais de 130 metros de altura complexiva, é um dos símbolos mais célebres de Roma, onde é chamada popularmente de “Cupolone”.


Horário da Cúpula da Basílica de São Pedro


Inverno (1º de outubro a 31 de março): 8 h às 17 h

Verão (1º de abril a 31 de setembro): 8 h às 18 h

Ingressos para subir até a Cúpula da Basílica de São Pedro


– Com elevador até o terraço e depois se prossegue a pé (320 degraus): 8 euros

– Subida a pé (551 degraus): 6 euros

Santuário da Santa Casa, Loreto (Marche)

10 cúpulas imperdíveis na Itália: Loreto, região Marche.

Cúpula de Loreto. Foto: Wikipédia.

Em Loreto, província de Ancona, região Marche, está o Santuário da Santa Casa, um dos maiores monumentos da Itália que é caracterizado por uma cúpula importante.

Iniciada em 1468 em forma gótica, a construção da cúpula continuou em forma renascentista por grandes arquitetos, como Bramante, Andrea Sansovino e Antonio da Sangallo, o Jovem.

Leia também minhas dicas da região Marche.

Vai viajar pela região Marche de carro? Reserve um pelos melhores preços com Rentalcars.

Igreja de San Pellegrino agli Scalzi, Ancona (Marche)

10 cúpulas imperdíveis para ver na Itália: Igreja degli Scalzi, Ancona

Igreja degli Scalzi, Ancona. Foto: VisitAncona.com

Dentre as maiores e mais importantes cúpulas da Itália, podemos citar a da Igreja dos Santos Peregrino e Teresa, em Ancona, também conhecida como Igreja de San Pellegrino agli Scalzi.

Foi construída na segunda metade do século XVIII pelos Carmelitanos, na área onde antes surgia a igreja medieval de São Salvador, e é dominada por uma grande cúpula revestida de cobre.

Leia também minhas dicas da região Marche.

Vai viajar pela região Marche de carro? Reserve um pelos melhores preços com Rentalcars.

Igreja de São Lourenço, Turim

Cúpulas imperdíveis na Itália: São Lourenço, em Turim, Piemonte.

Cúpula de São Lourenço, Turim. Foto: Museotorino.it

Em Turim, temos a cúpula da Igreja de São Lourenço, obra-prima de Guarino Guarini e uma verdadeira maravilha arquitetônica.

Realizada entre 1668 e 1680, constitui um elemento fortemente inovador na arquitetura torinese, já que introduz elementos até então desconhecidos.

A realização da cúpula e de seus afrescos conseguiu colocar em prática uma extraordinária renovação espacial e cromática da Igreja de São Lourenço, tornando-a um edifício único para aquela época.

Se for para Turim de trem, compre a sua passagem do trem de alta velocidade com RailEurope.

Templo de Mercúrio, Complexo Arqueológico de Baia, província de Nápoles

Cúpula do Templo de Mercúrio, Baia, província de Nápoles.

Templo de Mercúrio, Baia, província de Nápoles. Foto: Wikimedia.

O Templo de Mercúrio faz parte do esplêndido Complexo Arqueológico de Baia, distrito de Bacoli, província de Nápoles.

Ele era destinado a banhos frios e presume-se que fosse composto por 6 nichos, dos quais 4 eram semicirculares.

A cúpula do Templo de Mercúrio serviu de inspiração para a cúpula do Panteão de Roma.

Serviços de transfers em português de Roma para Nápoles.

Se for para Nápoles de trem, compre a sua passagem do trem de alta velocidade com RailEurope.

Igreja de San Gaudenzio, Novara (Lombardia)

Cúpula de San Gaudenzio, Novara. Cúpulas imperdíveis para ver na Itália

Cúpula de San Gaudenzio, Novara. Foto: Wikipédia.

Projetada por Alessandro Antonelli, a cúpula recebeu várias restaurações que fizeram com que ela voltasse a ser acessível ao público.

O primeiro projeto da cúpula remonta a 1841 e as obras terminaram em 1887.

Leia minhas dicas de Milão.

Dicas de excursões de 1 dia saindo de Milão para várias cidades.

Basílica de Santo André, Mântua

10 cúpulas imperdíveis para visitar na Itália: Basílica de Santo André, em Mântua

Basílica de Santo André, Mântua. Foto: In-lombardia.it

A Basílica de Santo André (Sant’Andrea), é a maior igreja de Mântua e está situada em pleno centro histórico.

Foi construída sob projeto de Leon Battista Alberti e tem uma mistura de estilos: renascentista, barroco e gótico.

A majestosa cúpula é em estilo barroco e foi adicionada à igreja por volta da metade de 1700 por Filippo Juvara.

Vai até Mântua de carro? Reserve um pelos melhores preços com Rentalcars.

Panteão de Roma

10 cúpulas imperdíveis para visitar na Itália: Panteão de Roma

Panteão de Roma. Foto: Wikimedia.org

Ainda hoje, a cúpula do Panteão de Roma é uma das maiores do mundo.

Decorada com 5 filas de 28 caixotões, tem um peso de mais de 5 mil toneladas. Foi realizada em um único lançamento de concreto.

Leia também minhas dicas de Roma, Vaticano e arredores.

Serviços de transfer em português em Roma e de Roma para outras cidades italianas.

Aproveite a sua viagem e faça um tour privado em Roma com uma guia brasileira.


Quero receber a newsletter mensal de Viagem na Itália

Gastronomia italiana incluindo dicas vegetarianas e veganas


*Fontes:

**Esta postagem contém links de parceiros afiliados. Saiba mais no F.A.Q do blogue.


VIAGEM NA ITÁLIA

Desde 2003, sou residente em Riccione, um balneário turístico na região Emília-Romanha. No fim de maio de 2013, decidi tirar da gaveta a ideia de escrever um blogue com dicas de viagem na Itália, divulgando, assim, o maravilhoso patrimônio artístico, cultural e paisagístico que só este país pode oferecer.

Estou também no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube. Assine a newsletter mensal.

Deixe seu comentário ☺

error: